href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

terça-feira, 18 de junho de 2019

Com apoio do Tecpar empresário cria equipamento para lesionados

Instrutores de Pilates, fisioterapeutas e personal trainers estão utilizando um novo equipamento para tratar pacientes lesionados e propor exercícios de equilíbrio e concentração. Trata-se de uma prancha de equilíbrio criada pelo empresário curitibano André Guetter Camargo, que a desenvolveu com o apoio do Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar). O empresário conseguiu validar a resistência do Skatebalance ? nome comercial do produto ? nos laboratórios do Tecpar e descobrir novos nichos de mercado para a sua invenção, que hoje é vendido no Paraná, em São Paulo e em Santa Catarina. ?O Tecpar sempre foi uma empresa que representa segurança e confiança. Avaliar a prancha no instituto foi fundamental para eu ter este respaldo técnico?, disse. O diretor-presidente do Tecpar, Fábio Cammarota, reforça que o instituto dispõe de avançada estrutura laboratorial e competência técnica de excelência para atender o mercado nacional e internacional. ?Em um mercado cada vez mais competitivo e com regulamentações técnicas rigorosas para a indústria, o Tecpar oferece aos empreendedores soluções tecnológicas que atestam qualidade, credibilidade e segurança para seus produtos?, diz Cammarota. DESCOBERTA - A paixão pelo skate fez com Camargo nunca se afastasse do esporte, apesar das lesões acumuladas ao longo dos anos. Foi pensando nisso ? para que pudesse estar em cima do skate, mesmo machucado, que ele idealizou o primeiro protótipo da prancha de equilíbrio, batizada de Skatebalance, há cerca de dez anos. O empresário conta que por anos o projeto ficou parado, até que, depois de muitas tentativas, ele conseguiu desenvolver a peça que faz a junção entre a parte de cima e a parte de baixo da prancha de equilíbrio. VALIDAÇÃO - Com o protótipo finalizado em mãos, o empresário percebeu a necessidade de validar a qualidade do produto, para oferecer maior segurança aos potenciais clientes. Por meio do programa Serviços em Inovação e Tecnologia (Sebraetec) ? que é uma linha de financiamento do Sebrae para que indústrias melhorem seus processos, ele buscou o Tecpar para um teste de compressão. O instituto é credenciado ao programa, atendendo às demandas nas áreas de metrologia, tecnologia industrial básica e apoio ao desenvolvimento de novos produtos. O laudo técnico saiu em pouco tempo e os resultados surpreenderam. O equipamento que a princípio seria usado de forma amadora para tratar skatistas com lesão, mostrou-se muito mais resistente e com maior potencial de mercado.

Nenhum comentário: