PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

quinta-feira, 27 de junho de 2019

Arapongas e Rio Branco do Ivaí ganham casas pelo programa "Minha Casa Minha Vida"


Arapongas e Rio Branco do Ivaí serão contempladas com casas populares, através do programa “Minha Casa Minha Vida – Faixa 1”. São 30 casas previstas, com investimento somado de quase R$ 1,08 milhão nos dois municípios.As duas cidades receberão residências através da modalidade rural do "Minha Casa Minha Vida". Serão 10 casas em Arapongas, com investimento de R$ 359 mil, e 20 em Rio Branco do Ivaí, com investimento de R$ 718 mil.Outros 11 municípios também serão contemplados. No total, são mais de R$ 18 milhões, recursos destinados ao Programa Nacional de Habitação Urbana e Rural, que foram aprovados pelo Projeto de Lei do Congresso Nacional nº 4/2019. Com o valor, serão construídas mais de 380 casas. A notícia foi dada ao deputado federal Diego Garcia (Podemos-PR) pelo ministro do Desenvolvimento Regional, Gustavo Canuto, em reunião realizada nesta quarta-feira (26).Canuto explicou que o Ministério realizará os contratos dos municípios paranaenses já contemplados nas portarias nº 595 e 597 de 2018. São eles: São José dos Pinhais, Saudade do Iguaçu, Rio Bonito do Iguaçu, Renascença, Ramilândia, Missal, Rio Branco do Ivaí, Arapongas, Porto Barreiro, Diamante Doeste, Cascavel, Piên e Tamarana.O deputado Diego Garcia votou, no último dia 11 de junho, para aprovar o PLN 4/2019, que foi a proposta que possibilitou a liberação de R$ 1 bilhão para a contratualização dos municípios do país contemplados no Programa, desse valor os R$ 18,9 milhões foram para o Paraná. “Essa é uma grande vitória para o Paraná e para todo o país. Tenho certeza que a realização desses contratos fará a diferença na vida de centenas de famílias que vivem hoje em situações difíceis e que dependem desse amparo do governo para ter um lar”, afirmou.Garcia também aproveitou a oportunidade para pedir ao ministro que avalie a possibilidade de expandir as portarias e permitir que outros municípios também possam ser contemplados no Programa “Minha Casa Minha Vida – Faixa 1”. Fonte: TNOline.

Nenhum comentário: