href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

terça-feira, 28 de maio de 2019

Vereadores de Borrazópolis se reúnem com moradores da Ponte Preta

SESSÃO DA CÂMARA DE VEREADORES
Sessão itinerante ocorreu na noite desta segunda (27) no Bairro Ponte Preta. Além de estradas e transporte a principal reclamação dos moradores foi com relação a saúde do município
A câmara de vereadores de Borrazópolis esteve reunida em sessão Itinerante na noite desta segunda-feira 27 de maio de 2019 na comunidade rural do Bairro Ponte Preta. Em pauta vários assuntos foram debatidos com os moradores. Participaram da sessão o presidente da câmara Cesar Soares, primeiro secretário Rosi Cerqueira além dos vereadores Wellyngton jhonis, Dominado e Bazuca. Ainda esteve presidente o secretário de agricultura Alessandro Canelo, Presidente da Associação Comercial Vilmar Sapatieri e o técnico da Emater Leandro Cividini. O que chamou a atenção dos parlamentares é que apesar das reclamações de estradas e transporte serem constantes a maior parte do questionamento foram as reivindicações da saúde. REIVINDICAÇÃO - Uma moradora do bairro explanou aos parlamentares a dificuldade em remédios para Hipertensão. “Tenho problema de varizes, dias desse fui consultar com a minha perna inchada e quando cheguei lá eles não me liberaram a consulta com o médico, tive que ligar para o meu esposo e voltei pra casa com a mesma dor” disse uma das moradoras que reclamou ainda sobre o descaso de não disponibilizarem mais consultas para quem mora na área rural. Os moradores reclamaram ainda sobre a falta de um médico ou enfermeira para fazer acompanhamento nas casas da área rural. “Antes a equipe da Saúde da Família sempre passava para nos atender com muita dedicação e hoje somente a agente que passa anotando as informações, ela não tem culpa, por isso, necessitamos desses profissionais pelo menos uma vez por mês, para atender principalmente os casos mais graves que tem dificuldade de se locomover até a cidade” disse um morador. Entre as reclamações estavam ainda a ambulância, um senhor disse revoltado que chegou a ligar no telefone de plantão e alegaram que pelas condições da estrada o veículo de urgência não poderia se deslocar até a residência. “Estamos anotando todas as reivindicações para encaminhar ao prefeito e todas as assinaturas serão como forma de abaixo assinado da comunidade para fortalecer essas reivindicações. Vale ressaltar que não vamos dar nomes aos moradores que estão fazendo essas denuncias para não sofrer nenhum tipo de perseguição” disse o primeiro secretário Rosi Cerqueira durante a sessão. Outra reclamação dos moradores foi com relação a demora de exames e cirurgias como joelho e cataratas. O vereador Otair Senes o “Dominado” em sua fala afirmou que a saúde do município realmente precisa de uma atenção maior, que nesses últimos dias até o secretário não estava aguentando a situação e teria pedido pra deixar o cargo. “Temos a melhor equipe de médicos e enfermeiros da região, mas infelizmente faltam estrutura. Esse não é só um problema de vocês aqui do bairro Ponte Preta, na cidade as reclamações também são constantes como a falta de aparelho de raio-x, falta de médicos especialistas como ginecologista e pediatra, enfermeiros e técnicos que se desdobram por não ter mais profissionais e o município ainda não ter aberto um concurso público. Na questão destes exames e cirurgias, vamos conversar com o responsável do setor para que possa ser realizado um mutirão a exemplo de outras cidades e agilizar essas demandas” frisou o vereador Wellyngton Jhonis.
RECLAMAÇÕES DO BAIRRO – Entre as reivindicações dos moradores estavam a condução das mulheres que fazem aula de ginástica na melhor idade e estão impossibilitadas de participarem pela falta do transporte no período da tarde. “Precisamos de uma atenção e incentivo da prefeitura principalmente aos pequenos produtores, pois, não negamos de pagar os serviços e mesmo assim a dificuldade para arrumar nossos carreadores são constantes. Foi feito um trabalho muito importante da prefeitura na estrada mestre nestes últimos dias, mas já fazia mais de cinco anos que estávamos reivindicando e sofrendo com isso. Agora é necessário que seja realizada uma manutenção constante da estrada para que não ocorra o mesmo problema de antes. Pois tivemos casos de produtor que foi embora, por sofrer com o caminhão e não ter condições de tirar a produção de tomate pelas condições do trecho” frisou um morador. TRANSPORTE – Além das mulheres que reivindicavam o transporte da melhor idade os moradores também pediram melhorias no atual transporte dos alunos, que percorrem mais de 15 KM todos os dias. Outro fato que gerou polêmica foi quando o vereador “Dominado” disse que uma moradora ganhou na justiça, para que a prefeitura leve seu filho para a escola no período da tarde. A maioria dos presentes disseram que se levar um, tem que levar todos que também precisam deste transporte. “Nosso prefeito se dedicou durante seu mandato pela cidade e esqueceu da área rural, estamos aqui para ouvir as demandas de vocês e batalhar juntos por melhorias” frisou o vereador Osvaldino Mendes o Bazuca. Ainda no encontro o vereador Otair Senes o Dominado fez uma explanação de reivindicação que recebeu em sua passagem pelas casas do bairro e divulgou as suas ações nestes dois primeiros anos de mandato. O vereador Rosi Cerqueira agradeceu a comunidade que se fez presente e se colocou a disposição para batalhar por melhorias pois como agricultor, entende a dificuldade dos moradores. O presidente da câmara César Soares, que conduziu a sessão também agradeceu a todos que estiveram presentes, fez uma explanação do seu trabalho na câmara e destacou que o documento será encaminhado em caráter de urgência para o executivo atender a maior parte das demandas. PRESENÇA – O Técnico da Emater Leandro Cividini que participou da reunião fez uma explanação do Mercado do Agricultor que será implantado nos próximos dias em Borrazópolis, concedendo oportunidades a todos os pequenos agricultores venderem a sua produção. O secretário de Agricultura Alessandro Canello afirmou que apesar da sua pasta não estar ligada a maquinários, vem buscando alternativas diferentes como a Pisicultura para fomentar a economia rural. O presidente da Associação Comercial Vilmar Sapatieri parabenizou a iniciativa dos parlamentares de irem de encontro com as demandas da população e lamentou o descaso em vários fatores que foram explanados durante a reunião.

Nenhum comentário: