href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

quinta-feira, 9 de maio de 2019

Polícia recebe conversas entre pai e mãe de menina encontrada morta em Rolândia


A Polícia Civil informou que recebeu os áudios e as conversas dos pais de Eduarda Shigematsu, garota de 11 anos, que estava desaparecida, mas foi encontrada morta em Rolândia. As conversas mostram como foram os dias após o desaparecimento da menina. Os arquivos foram entregues à Polícia Civil pela mãe de Eduarda, Jéssica Pires.Em um dos áudios, que Ricardo mandou para Jéssica, um dia depois da menina desaparecer, ele diz que já tinha procurado a polícia e registrado o desaparecimento, falou também que a polícia estava desconfiada que a garota tivesse ido embora com a mãe. Polícia Civil informou que vai analisar os arquivos para depois falar novamente sobre o caso. Por meio de nota, Jéssica Pires disse que possuía vínculo afetivo com a filha, visitava Eduarda uma vez por mês e conversava com ela todos os dias por telefone.Explicou que a guarda foi concedida a avó em um processo judicial que começou em 2011. Jéssica diz que na época passava por dificuldades financeiras e emocionais. Disse que jamais maltratou a filha.O corpo de Eduarda Shigematsu foi encontrado no dia no dia 28 de abril nos fundos de uma casa de aluguel da família. A menina havia desaparecido no dia 24. O pai dela, Ricardo Seidi, foi preso por ocultação de cadáver, ele confessou que enterrou o corpo da garoto após encontrar a filha enforcada.Porém o laudo do Instituto Médico-Legal (IML) revelou que a menina foi morta esganada. A polícia então pediu a prisão temporária, por 30 dias, de Seidi por homicídio qualificado. A avó de Eduarda também foi presa suspeita de envolvimento no crime.

Nenhum comentário: