href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

quinta-feira, 9 de maio de 2019

Gaeco desencadeia operação em Curitiba e Região Metropolitana

Uma operação do Grupo de Atuação Especial de Combate ao Crime Organizado (Gaeco) movimenta Curitiba e a Região Metropolitana na manhã desta quinta-feira (9). De acordo com as informações divulgadas até o momento, foram expedidos 20 mandados de prisão, entre preventiva e temporária e 20 mandados de busca e apreensão, que visam desarticular uma organização responsável pela prática de crimes de lavagem de dinheiro.Entre os envolvidos estão policiais militares.Atualização.O Gaeco informou que, ao todo, 19 mandados de prisão – sendo onze preventivas e oito temporários – estão sendo cumpridos nesta manhã, além de 24 mandados de busca e apreensão. As buscas são cumpridas em Curitiba, Fazenda Rio Grande, Campo Largo, Piraquara, Campina Grande do Sul, Guaratuba, São José dos Pinhais e Matinhos.Entre os presos estão dois soldados da Polícia Militar (PM) – sendo um reformado – que seriam os líderes de duas organizações criminosas, especializadas em crimes de roubo, furto, usura e lavagem de dinheiro.Um dos policiais já está condenado a 24 anos e cinco meses de prisão por tráfico, associação para o tráfico e corrupção passiva, e está sendo investigado por lavagem de ativos. O outro policial está sendo investigado por roubo, furto e lavagem de ativos. Ambos estiveram presos durante um período no Batalhão da Polícia de Guarda, em Curitiba, quando trocaram informações e entrelaçaram as atividades dos dois grupos para lavagem de dinheiro.

Nenhum comentário: