PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

segunda-feira, 8 de abril de 2019

RIO - Exército determina prisão de dez militares após ação que matou um homem

O Exército determinou a prisão de dez militares envolvidos na ação que matou o músico Evaldo dos Santos Rosa, de 51 anos, e feriu outras duas pessoas. O caso aconteceu na tarde deste domingo (7), quando o carro em que Evaldo estava com a família foi atingido por mais de 80 tiros em Guadalupe, na Zona norte do Rio. Em uma nova nota, divulgada nesta segunda-feira (8), o CML afirmou que, foram constatadas inconsistências entre os fatos reportados pelos militares e as informações que chegaram posteriormente ao Exército. A nota informa que os depoimentos na Delegacia de Polícia Judiciária Militar prolongaram-se pela madrugada. Além dos militares, uma testemunha civil também foi ouvida. De acordo com o CML, após a conclusão das oitivas, foi então determinada a prisão em flagrante de 10 dos 12 militares que estavam na patrulha por descumprimento de regras de engajamento. Inicialmente, o Exército informou que os militares teriam reagido a uma injusta agressão. Que atiraram após serem atacados por criminosos e que a ação teria deixado um assaltante morto e outro ferido. A Polícia Civil, no entanto, depois de fazer uma perícia no local, informou que não havia assaltantes no carro, que ninguém estava armado e que todos eram integrantes da mesma família. O outro homem que estava no veículo e também foi ferido é sogro de Evaldo dos Santos. No carro estavam ainda a esposa do músico e uma criança, que não se feriram. Um pedestre também foi atingido. Ainda não há informações sobre seu estado de saúde. A partir de agora, os militares ficam à disposição da Justiça Militar da União, a quem cabe realizar a Audiência de Custódia e decidirá se manterá ou não a prisão. Por EBC.

Nenhum comentário: