href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

sexta-feira, 12 de abril de 2019

IVAIPORÃ - Prefeitura analisa viabilidade de implantação do Sisbi

Os diretores dos Departamentos Municipais de Agricultura, e Indústria, Comércio, Turismo e Agronegócio da Prefeitura de Ivaiporã, Adir Salla e Rosana Pagé, e o secretário executivo do Consórcio Intermunicipal de Desenvolvimento Rural e Urbano, Gustavo Sacco, se reuniram com técnicos da Agência de Defesa Agropecuária do Paraná (Adapar) de Londrina, na quarta-feira, dia 10 de abril. Segundo Rosana Pagé, a Prefeitura de Ivaiporã analisa viabilidade de implantação do Sistema Brasileiro de Inspeção de Produtos de Origem Animal (Sisbi-POA) com apoio da Emater (Empresa Paranaense de Assistência Técnica e Extensão Rural) e Núcleo Regional da Seab (Secretaria da Agricultura e do Abastecimento). Solange Matsubara, que é veterinária da Adapar e fiscal de defesa agropecuária, explicou que o Sisbi foi criado pelo Ministério da Agricultura para facilitar a comercialização dos produtos de origem animal por pequenas empresas. “Quando o município adere ao Sisbi a empresa pode comercializar o produto nacionalmente. Portanto, os municípios que aderem ao Sisbi passam por auditoria da Adapar, que posteriormente indica ao Ministério da Agricultura para aprovação”, esclareceu Solange Matsubara. O médico veterinário da Emater, Carlos Eduardo dos Santos, questionou os técnicos da Adapar acerca da parte legal para implantação do Sisbi, enquanto Rosana Pagé conversou sobre as exigências que o município deve cumprir para atender as empresas que pretendem comercializar produtos nacionalmente com o Sisbi. Carlos Santos estava acompanhado da chefe do Núcleo Regional da Seab, Vitória Holzmann.

Nenhum comentário: