href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

quarta-feira, 24 de abril de 2019

FAXINAL - Vigilância Sanitária alerta população para o risco de dengue em Faxinal

Preocupada com a saúde dos faxinalenses, a Vigilância Sanitária de Faxinal, chama a atenção da população para o alto índice de infestação do mosquito aedes aegypti, transmissor da dengue, chikungunya e zika em Faxinal. Com a intensificação de visitas regulares nos domicílios da cidade, os agentes de endemias vem encontrando muitos recipientes com água parada e com larvas, e todos depois de analises, estão dando positivo para o mosquito da dengue (aedes aegypti). BAIRROS COM RISCO EM FAXINAL - Pedro Gonçalves da Luz e Jardim Santa Helena – 4,4% - Auto Risco - Centro da cidade e Nutrimil – 0,7% - Baixo Risco - Estação Rodoviária e Igreja São Pedro – 3,9% - Médio Risco - Cemitério (Vila nova) – 1,8% - Baixo Risco - Nova Altamira (Faxinalzinho) – 7,3% - Risco de Epidemia. Os números mostram o alto risco de epidemia na cidade, pois a cada dez imóveis visitados, um é encontrado o foco. Segundo os agentes de endemias, a maioria dos focos são encontrados em lixo, caixa d´água baixa, pneus e pratinhos de vasos de flor. Em nível estadual o Paraná já passa de 4 mil casos e mortes, sendo 4 em Londrina e 22 municípios em situação de epidemia. “Nos últimos meses, a Vigilância Sanitária e os agentes de endemias, vem trabalhando incansavelmente para conscientizar a população, seja por meio de visitas aos domicílios, aplicação de inseticidas, seguindo sempre as normas técnicas que é conscientização da população nas ruas, informativo nos meios de comunicação da cidade para conscientizar a população para o risco de dengue no município, mas os moradores precisam colaborar”, disse o diretor da VISA, Michael Rodolfo Bento. A coordenadora de endemias, Claudete Albach Rosa, ressaltou que a população precisa fazer sua parte, mantendo seu quintal limpo e sem água parada. “Esse é um problema de todos nós, pois o mosquito não escolhe pessoa e nem classe social”, acrescenta. Com o alerta de dengue em Faxinal, a Vigilância Sanitária esta notificando terrenos baldios em situação de risco, dando prazo para limpeza. O não cumprimento do prazo gera multo ao proprietário.

Nenhum comentário: