href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

segunda-feira, 1 de abril de 2019

Casas do programa família paranaense começam a ser construídas em Marilândia.

Prefeitura municipal e Governo do Estado firmaram parceria para o projeto que vai beneficiar famílias de baixa renda do município, contemplando pessoas que já são atendidas pela comissão de desenvolvimento social.
Moradores que participam do programa Família paranaense e são acompanhados pela Secretaria de Desenvolvimento Social, sonham com conquista de um lugar digno para viver. Nesta nova etapa de investimento em moradia, serão beneficiadas famílias que estão em estágio de vulnerabilidade social. O loteamento que fica próximo ao cemitério foi concedido pela prefeitura, que também buscou a parceria com a Companhia de Habilitação do Paraná (COHAPAR), para a construção de 12 casas nessa etapa. A empresa vencedora do processo de licitação já deu início aos trabalhos. As casas foram projetadas no modelo padrão do programa estadual, com 32 metros quadrados, além do recuo para a rua e espaço nos fundos do terreno. A expectativa é de que as principais etapas da obra estejam concluídas em aproximadamente 4 meses, sendo que a etapa de fundação já foi iniciada, após a conclusão da terraplanagem. Família paranaense é um programa criado em 2012 que visa reduzir a pobreza no Estado, as famílias recebem um acompanhamento personalizado por parte da assistência social, e outros órgãos, como Secretaria de Saúde e Educação, que verificam as necessidades de cada caso. O objetivo do programa é o desenvolvimento da população que se encontra em situação de vulnerabilidade ou risco social. “As famílias que já são acompanhadas pelos serviços municipais de desenvolvimento social serão classificadas, através de um sistema de coleta de dados, que foi elaborado junto com a criação do próprio programa do governo estadual, sendo que as informações já cadastradas, serão importantes para a liberação desse benefício.” Explicou a Secretária de Desenvolvimento Social, Vanessa Ferreira. Atualmente em Marilândia do Sul existem 110 famílias que são constantemente acompanhadas pela comissão municipal de desenvolvimento social. São estas pessoas que estarão aptas a receber o benefício das casas que estão sendo construídas, levando se em conta o chamado índice de vulnerabilidade social, que analisa fatores de risco.

Nenhum comentário: