href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

terça-feira, 16 de abril de 2019

Botão do Pânico será lançado em Apucarana

Resultado de um convênio celebrado entre o Estado do Paraná e o Município de Apucarana, por meio da Secretaria da Mulher e Assuntos da Família, o “Botão do Pânico” será lançado nesta terça-feira (16/4), em evento previsto para as 8h30, no salão nobre da prefeitura. O fornecimento do dispositivo de segurança preventiva será garantido às mulheres em situação de violência doméstica e que possuem medidas protetivas de urgência.A capacitação de cerca de 50 profissionais, que atuarão diretamente no atendimento do projeto, será iniciada de imediato. Estes profissionais são da 1ª e 2ª Varas Criminais, Ministério Público, Delegacia da Mulher, 17ª Subdivisão Policial e Guarda Municipal (GM). Todos os integrantes da GM estarão envolvidos, já que serão eles que farão o atendimento quando o botão do pânico for acionado. Além disso, a equipe do Centro de Atendimento à Mulher (CAM) também irá atuar no serviço, prestando às mulheres atendimento interdisciplinar planejado.O prefeito Junior da Femac explica que a prefeitura, por meio da Secretaria da Mulher, encaminhou todos os procedimentos legais necessários para a implantação do Botão do Pânico.
“Com a nossa adesão ao uso deste dispositivo, estamos dando um sinal claro para a sociedade apucaranense de que estaremos vigilantes em relação à violência contra a mulher”, assinala Junior da Femac.Para a secretária da Mulher, Denise Canesin Machado, o lançamento do “Botão do Pânico” é o coroamento de uma série de articulações que a secretaria vem fazendo no sentido de proteção à mulher em situação de violência. “O botão do pânico é mais uma conquista que a gestão obteve, disponibilizando um equipamento de proteção à mulher em situação de violência doméstica. Sabemos que é uma situação delicada, que a mulher se encontra em um ciclo de violência doméstica e intrafamiliar. Por isso a secretaria tem feito o possível no que tange às articulações com outros organismos que também atendem às mesmas necessidades. Agora estamos consolidando essas articulações com a implantação do dispositivo”, afirma.

Nenhum comentário: