href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

sexta-feira, 19 de abril de 2019

Acusada de ter assassinado o filho recém nascido em Faxinal foi transferida para Curitiba

Crime foi na madrugada de quarta-feira (17), em Faxinal; O bebê tinha três dias de vida e na manhã desta sexta-feira (19) a jovem foi transferida para o complexo médico pena de Curitiba
A Polícia Civil confirmou ao repórter Wellyngton Jhonis na manhã desta sexta-feira (19)que a jovem acusada de ter assassinado o filho recém nascido de 03 dias,, foi transferida para o complexo médico penal de Curitiba. Houve relatos, que ao ser colocado na carceragem, houve um grande tumulto com as demais detentas, sendo necessário a intervenção do delegado, pois haviam relatos de ameaças a jovem. SOBRE O CRIME - Uma jovem de 18 anos foi presa na manhã desta quarta-feira (17) suspeita de matar o filho, de três dias de vida, com uma facada no peito, em Faxinal, no norte do Paraná. De acordo com o delegado Ricardo Augusto de Oliveira Mendes, por volta das 3h da manhã desta quarta, a criança estava chorando muito, e a mãe levou ela para fora de casa para amamentar. O irmão da mulher, que dormia na sala, ouviu o barulho dela entrando de volta, e percebeu que o bebê tinha diminuído o choro. "Depois disso, ele foi em direção ao berço onde a mulher tinha deixado o bebê, e notou que a criança não se mexia mais. Ao desenrolar a manta viu marcas de sangue", explicou Mendes. Conforme o delegado, a avó levou o bebê para o Hospital Municipal de Faxinal, e uma enfermeira acionou a polícia porque a criança já estava morta. Ainda segundo o delegado, a polícia foi até a casa da jovem suspeita, e encontrou uma faca de cozinha com sangue. Em depoimento, a jovem confessou que cometeu o crime, e que fez "para se libertar". "Além da facada, o bebê tinha várias marcas de roxo. A suspeita é de que ela tenha batido nele também", disse Mendes. A jovem está presa na 53ª Delegacia Regional de Polícia de Faxinal. Ela pode ser indiciada por homicídio qualificado, cuja pena, se houver condenação, varia de 12 a 30 anos de prisão. (Colaboração: Ric TV e do portal G1).

Nenhum comentário: