PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 8812-5277

sexta-feira, 29 de março de 2019

Projeto de Economia Solidária de Apucarana é modelo regional

O Projeto de Economia Solidária e Protagonismo Feminino, da secretaria da Mulher e Assuntos da Família de Apucarana, vem servindo de inspiração para iniciativas semelhantes em âmbito estadual e regional. A Prefeitura de Cambira convidou a secretária Denise Canesin e a responsável pelo projeto, Bete Berton, bem como 25 integrantes da Rede de Mulheres Solidárias, para participar da “II Ação Social: Enfrentando a Violência Contra a Mulher”, que tomou a área central da cidade nesta quarta-feira (27/3), oferecendo serviços de atendimento e orientação gratuitos à população.  Segundo a primeira dama do município, Vanessa Marques da Silva, a ideia de ter um projeto de economia solidária em Cambira é “oportunizar trabalho e renda às mulheres da cidade e, desse modo, empoderá-las”. Ela afirma que a prefeitura se espelha em Apucarana porque o projeto está consolidado e vem obtendo ótimos resultados. Vanessa participou de um dos cursos de capacitação no ano passado e obteve uma visão integral da formação da economia solidária, de seus pilares e conceitos.O prefeito Emerson Toledo agradeceu a presença da representante de Apucarana e, por meio dela, ao prefeito Junior da Femac. Ele destacou a participação importante que as mulheres têm no papel familiar e social e no quanto a troca de experiência com o município vizinho poderá enriquecer o projeto de economia solidária de Cambira. “Nosso objetivo é o empoderamento e a autonomia de nossas mulheres, e temos muito a aprender com o baita projeto de sucesso que está em pleno funcionamento em Apucarana”, disse o prefeito.A secretária da Mulher e Assuntos da Família, Denise Canesin, disse que em breve serão as mulheres de Cambira as convidadas a se apresentar em Apucarana. Ela e a superintendente Bete Berton se declararam orgulhosas pela iniciativa do município. A Rede de Mulheres Solidárias esteve presente com cerca de 25 integrantes – entre elas artesãs e participantes da rede mulher de gastronomia.Modelo Estadual - No início de fevereiro, representantes técnicos da Secretaria de Estado da Justiça, Família e Trabalho estiveram reunidos, em Curitiba, com o prefeito Júnior da Femac, com a secretária Denise Canesin e com a superintendente Bete Berton, com o objetivo de conhecer mais o projeto de Economia Solidária e Protagonismo Feminino de Apucarana. O projeto municipal, que existe desde 2014 e já capacitou mais de 800 mulheres, poderá ser replicado pelo Estado.

Nenhum comentário: