href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

quarta-feira, 20 de março de 2019

Borrazópolis e Mauá da Serra são cotadas para receber construção de Penitenciária

O assunto foi destacado durante reunião entre Judiciário, lideranças políticas, Ministério Público e outras autoridades em Ivaiporã
Reunião foi debatida em Ivaiporã
A alta população carcerária no Paraná é algo que continua preocupando todas as autoridades. E recentemente o Governo Estadual e federal anunciou a construção de novas unidades de presídios no estado, para conter a super lotação em várias delegacias. Como é o caso de Ivaiporã, que tem um espaço de 40 detentos e atualmente abriga mais de 150 presos. Na semana passada foi realizado uma reunião para debater essa situação no salão nobre da prefeitura de Ivaiporã, reunindo Poderes Legislativo e Judiciário, Ministério Público, Vara do Trabalho de Ivaiporã, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Conselho da Comunidade da Comarca, Pastoral Carcerária, além de outras lideranças e o chefe da 17ª Subdivisão Policial de Apucarana. O detalhe que chamou a atenção durante a reunião foi o anuncio que Borrazópolis e Mauá da Serra são municípios cotados a receberem a construção de uma Penitenciária Estadual. “O que está sendo debatido aqui em Ivaiporã é a questão da nossa super lotação carcerária e a possível construção de um mini presidio. E na região vale do Ivaí, um desses dois municípios, Borrazópolis ou Mauá da Serra são cotados para construção de uma Penitenciária de 500 vagas ou até mais vagas, conforme recurso do governo federal” disse o Juiz Dr. Cícero durante entrevista coletiva. REUNIÃO DA AMUVI – Na última sexta-feira (15) o mesmo assunto foi debatido com os prefeitos na reunião da Amuvi em Faxinal, destacando que há alguns anos atrás já havia um estudo para a construção da unidade entre Tamarana e Mauá da Serra. 
Prefeito "Didi" é favorável a construção em Borrazópolis 
O QUE DIZ OS PREFEITOS – Em conversa com o repórter Wellyngton Jhonis o prefeito de Mauá da Serra Hermes Wictoff, disse que entende que seu município está em uma rota importante, para a possibilidade de ocorrer a construção desta unidade, pois Mauá está no eixo das principais rodovias da região, mas avalia como assunto polêmico que precisa ser amplamente debatido com a sua comunidade, antes de se pronunciar sobre a questão. BORRAZÓPOLIS – Por telefone o prefeito Adilson Lucchetti o “Didi” afirmou nesta quarta-feira (20) que é favorável a vinda da Penitenciária para Borrazópolis. Em seu ponto de vista a unidade traz geração de emprego, renda local, efetivo maior de policiais na cidade e há também uma possibilidade do município se tornar sede de comarca. “Vejo com bons olhos a construção desta unidade prisional em Borrazópolis. Sabemos que estamos cotados no estado a receber e caso isso aconteça, vamos iniciar uma audiência pública com a nossa comunidade nos próximos meses e debater a importância dessa situação” finalizou o prefeito.
Ex-prefeito Gil levantou polêmicas do assunto na reunião
OUTRO LADO – Em Ivaiporã o ex-prefeito Luiz Carlos Gil levantou com polêmicas o assunto durante a reunião. Para Gil construir um presídio para no mínimo 500 detentos no caso em Ivaiporã, seria um grande erro das autoridades constituídas. “Construir cafeina para 500 ou 1000 presos que é o modelo adotado pelo estado irá trazer 400 ou 900 criminosos de todo o estado para a nossa pacata cidade, será um grande retrocesso na questão da segurança pública. Serão centenas de famílias que virão para cá e viverão do que? Já que a o desemprego é grande em todo o Brasil. Boa parte dos presos trarão seus comparsas e a criminalidade vai explodir por aqui. Trazer para cá elementos do PCC e Comando Vermelho para conviver com nossa gente com certeza não é o caminho para melhorarmos a segurança. Dos 34 presídios do estado apenas dois estão em cidades de pequeno porte, a Lapa com 50.000 e Cruzeiro do Oeste com 21.000 habitantes e que recebeu o Presídio devido a cidade de Umuarama não ter aceitado o mesmo. Quando prefeito me ofereceram por três vezes a construção de um presídio Estadual, eu nunca concordei” disse o empresário em sua fala. Nossa reportagem continua acompanhando, vejam no vídeo o que disse um dos magistrados durante a reunião que ocorreu em Ivaiporã.

Nenhum comentário: