PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

sexta-feira, 29 de março de 2019

Bombeiro Mirim tem número recorde de participantes em Apucarana

O projeto Bombeiro Mirim fez a incorporação dos 80 integrantes (50 meninos e 30 meninas) da turma de 2019. A solenidade aconteceu nesta sexta-feira (29/03), nas dependências do Sesc. O projeto foi iniciado em 2007 e já atendeu mais de 400 adolescentes, na faixa etária dos 11 aos 14 anos. O número de beneficiados vem aumentando consideravelmente desde o ano passado, quando ocorreu a inclusão também de meninas, atingindo em 2019 um número recorde de participantes.O prefeito Junior da Femac prestigiou o evento, acompanhado do procurador jurídico do Município, Paulo Vital, e da secretária municipal de Esportes e Lazer, Jossuela Pinheiro. “Apucarana tem 75 anos e o Bombeiro Mirim é uma das riquezas da nossa cidade. O projeto tem um caráter educacional, que contribui com a formação do cidadão levando os conceitos de esporte, disciplina, hierarquia e trabalho em equipe”, enaltece.O major André Lopes, comandante do 11º Grupamento do Corpo de Bombeiros, lembra que o projeto começou em 2007 pela iniciativa do então comandante tenente-coronel Hemerson Saqueta e do subtenente Vanderlei Simão, através de uma parceria com a Associação Karatê Vida que é coordenada pelo atleta e educador físico, Alan Pereira da Silva.O major André Lopes afirma que existem 13 grupamentos de Bombeiros no Paraná e o de Apucarana é o único que tem o projeto. “É uma referência para os outros grupamentos. Em Ponta Grosa, o projeto está em fase de implantação tendo como inspiração a experiência de Apucarana. A missão do Corpo de Bombeiros é salvar vidas e este projeto mostra que isso pode ser feito de outras maneiras, não apenas em momentos de emergência”, assinala.O evento contou ainda com a presença do deputado estadual Tercílio Turini e do diretor de esportes do Governo do Estado, Valmir Matos. Os dois foram os responsáveis por viabilizar 100 kits de artes marciais, compostos por quimono, aparador de chute, caneleira e bolsa.O gerente executivo em exercício do Sesc Apucarana, Ricardo Tonsig, destacou a parceria e disse que os bombeiros mirins terão à disposição a estrutura do Sesc para o desenvolvimento de várias atividades. “Estamos disponibilizando espaços para acesso a inclusão digital, raciocínio lógico, estudos das grandes ciências e iniciação esportiva”, cita Tonsig.De acordo com o subtenente da reserva e idealizador da iniciativa, Vanderlei Simão, o projeto iniciou com 12 participantes e o número de bombeiros mirins vem crescendo gradativamente. “Muitos daqueles que passaram pelo projeto fizeram faculdade e desempenham a profissão escolhida, além de outros que hoje também estão inseridos no mercado de trabalho”, ressalta, citando que atualmente existe uma fila de espera de mais de 50 famílias. “Não conseguimos atender todos por falta de espaço e por isso temos o sonho de ter a sede própria”, completa Simão.Durante o evento, o juiz do trabalho Maurício Mazur ministrou a palestra “Jovem: Qual é o seu plano?” e também foi apresentado o corpo técnico do programa, formado por instrutores, professores, psicóloga e coordenadores.OBJETIVOS - A iniciativa é mantida com recursos repassados pelo Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) e do Conselho Municipal da Assistência Social (CMAS), além de doações de empresas. O objetivo é levar aos jovens conceitos de cidadania, civismo, disciplina e educação. Também visa promover a auto-estima, proporcionando uma nova visão de mundo e a melhora das relações familiares e da participação na comunidade. Outra meta é criar o hábito da prática regular de esportes e de aumentar a educação preventiva, através de palestras e oficinas.

Nenhum comentário: