PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

sexta-feira, 8 de fevereiro de 2019

Deputada criticada por decote vai à Justiça

“Disseram que se eu for estuprada, não posso reclamar”
Banda B - Após a polêmica dos decotes usados pela deputada estadual Paulinha, de Santa Catarina, tanto na diplomação quanto na posse, a ex-prefeita de Bombinhas, litoral catarinense, decidiu reagir na Justiça contra as ofensas que vem recebendo. Paulinha foi severamente criticada nas redes sociais, xingada e ameaçada. O caso vai agora parar na Justiça. “Minha equipe está printando os comentários, documentando e vou entrar com uma ação judicial contra os detratores”, avisa a deputada, filiada ao PDT: “Ser criticada na vida pública é algo normal e esperado. Mas me senti psicologicamente violentada. Um internauta disse que se eu for estuprada não posso reclamar. Uma mulher comentou que eu não poderia falar de Deus, pois Deus não abençoaria uma mulher como eu”, afirmou ao Extra. Não foi fácil para Paulinha chegar em casa e se deparar com a enxurrada de comentários pejorativos. “Chorei muito. Fiquei até às quatro da manhã tentando ler e entender o que um decote pode ter de errado. Me senti frágil como uma mulher se sentiria diante dessa situação. Mas também tenho meu lado empoderado e que me faz levantar todos os dias e dizer: essa sou eu e luto para quebrar paradigmas e padrões que não condizem com o que eu penso e pensam muitas mulheres que se veem representadas por mim”. Aos 43 anos, mãe de duas filhas, ela conta que recebeu total apoio da família e do namorado, e viu, no meio do limbo, surgir um movimento em prol de sua imagem vinda de mulheres de todo o país, inclusive de famosas, como Fernanda Young e Maria Ribeiro. “Tenho recebido tantas mensagens lindas, tocantes e de mulheres que admiro. De políticas, inclusive, que me dizem que agora vão usar o que bem entenderem e falar não ao protocolo”, comemora.

Nenhum comentário: