href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

sábado, 2 de fevereiro de 2019

Caminhoneiro de Borrazópolis é roubado e teve caminhão levado em Arapoti

Um caminhoneiro de Borrazópolis passou momentos de terror na mão de bandidos, próximo à cidade de Arapoti (região de Jaguariaíva), e teve seu veículo de trabalho roubado entre os dias 31 de janeiro e 1º de fevereiro. Segundo informações o caminhoneiro de nome Fernando Tavares foi vítima de Roubo e teve a sua carreta levada, sendo uma Scania, branca, modelo R-114, com placas KDX-6953, na cor branca e tracionando com um semirreboque, modelo Guerra 96, placas JYL-8891, em nome da esposa de Fernando, que é a Edilania Aparecida da Silva. O condutor declarou que, por volta das 22 horas, da noite, estava carregado com aproximadamente 31 toneladas de milho granel, cuja carga pegou em Tamarana, na empresa Bela Agrícola, pela transportadora Tindiana, com destino a Wenceslau Braz, no Paraná, onde descarregaria na empresa Pro-tork, mas próximo a Arapoti, em uma subida, estava a 25 km/h, devido ao peso da carga, e, ao passar a ponte do Rio das Cinzas, em frente uma fazenda com uma granja do lado direito, repentinamente notou, pelo retrovisor, que um carro, aparentemente, um Vectra ou um Polo, surgiu em alta velocidade e colou na traseira. Logo notou que o caminhão travou os freios e já imaginou que alguém subiu pela carreta e desconectou as mangueiras do freio. Ao parar, foi rendido por um homem encapuzado e armado de revolver, que fez perguntas, tipo: se havia mais alguém, se a vítima possuía arma, e se o caminhão e a carga tinham seguro. Logo colocou Fernando no banco de trás e mais dois meliantes entraram na cabine. Eles seguiram até um pequeno rio, que fica às margens da Rodovia, onde foi obrigado a descer e caminhar até as margens do riacho. Depois foi obrigado a entrar em um buraco, onde ficou sendo vigiado. Notou ainda, que nas proximidade havia um pálio vermelho e pessoas fazendo um churrasco, mas que elas não perceberam o crime. A vítima ficou sendo vigiada até quase o dia amanhecer, quando notou que estava sozinho, saiu e pediu ajuda para chegar na Polícia Rodoviária. Os ladrões também levaram seu celular. Informações Júnior Dias do Borrazópolis Noticias.

Nenhum comentário: