href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

domingo, 13 de janeiro de 2019

Ricardo Barros entra na disputa pela presidência da Câmara

A eleição para a presidência da Câmara tem mais um candidato. O ex-ministro Ricardo Barros (PP-PR) comunicou aos colegas que irá disputar a vaga ocupada hoje por Rodrigo Maia (DEM-RJ), que concorre à reeleição com o apoio do PSL, sigla de Jair Bolsonaro. As informações são de Juliana Braga, na Coluna Estadão. “Bom dia a todos os progressistas. Quero pedir seu voto para presidente da Câmara dos Deputados. Meus 30 anos de vida pública e a passagem austera e realizadora pelo ministério da saúde me animam a esta jornada. Farei minha inscrição como candidato avulso. Deus ilumine esta jornada. Ricardo Barros”, diz a mensagem. Para derrotar Maia, hoje o nome mais forte, a estratégia de PP e MDB é lançar o máximo de candidatos na tentativa de levar a disputa para o segundo turno. Numa eventual segunda etapa, todos se uniriam contra o demista. A interlocutores, Barros aposta que muitos estão buscando uma alternativa à candidatura de Maia e à predominância do DEM no governo. O ministro da Casa Civil, Onyx Lorenzoni, homem forte do governo, é do DEM. Alijados da aliança de Maia, PP e MDB já apresentaram como candidatos avulsos Fábio Ramalho (MDB-MG), Arthur Lira (PP-AL) e Alceu Moreira (MDB-RS). Fonte: jornalista Fábio Campana.

Nenhum comentário: