href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

sexta-feira, 18 de janeiro de 2019

PM registra confusão na rua Alagoas em Ivaiporã

Uma confusão envolvendo marido e mulher, terminou com a presença da polícia na madrugada de quinta-feira (17) na Rua Alagoas em Ivaiporã. Vejam na íntegra o boletim "A equipe foi acionada via copom para deslocar no endereço acima citado, onde segundo vizinhos uma senhora estaria apanhando de seu amasio, segundo solicitante a vitima seria irmão do policial militar . Informa ainda a solicitante que na data de ontem (16/01) de madrugada a Sr. foi agredida assim como na data de hoje. Ao chegar no local a equipe rpa i com apoio da equipe rpa ii, entraram em contato com a senhora, a qual estava bastante abalada psicologicamente, ela informou que seu amásio começou a discutir com ela por causa de contas da casa à pagar. A Srª. informou que a todo momento o Sr. à xingava de vagabunda e biscate, e que ela não ajudava em nada na casa. Quando a vitima tentava se explicar ele gritava: "cala a sua boca, ou eu acabo com você", fazendo menções de ameaça à vitima. Porém como não teve agressões, apenas discussões e ameaça verbal foi questionado a vítima se ela queria representar contra o sr. e a mesma disse que vai decidir posteriormente. Porém ela queria retirar seus pertences pessoais e dormir em outro local, porque ela estava se sentindo ameaçada e constrangida para ficar no mesmo ambiente que ele com medo de que ele tirar a sua vida. Enquanto a vitima retirava seus pertences pessoais, o uma pessoa, mencionou estar falando com um policial ao telefone e pedia orientações, pois havia duas viaturas da pm em frente a sua casa, e o mesmo disse que estaria se sentindo constrangido. Enquanto falava com um suposto policial disse: "esperem, vocês vão ver o que vai acontecer com vocês, à ordem vem lá de cima." diante dos fatos a equipe confeccionou o presente bo, para que, se a vitima decidisse representar contra o mesmo deslocasse até a 54 drp" informou a PM.

Nenhum comentário: