PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

segunda-feira, 21 de janeiro de 2019

Polícia civil prende mais uma pessoa envolvida na morte do jovem de 18 anos em Faxinal

OUÇAM A ENTREVISTA DO DELEGADO
O caso ocorreu na noite desta sexta-feira (18) em uma propriedade rural. A policia civil está investigando a situação

Vitima: Leandro da Silva Fernandes
Uma reviravolta na morte do jovem "Leandro" de 18 anos em Faxinal, terminou em mais uma pessoa detida, a jovem Franciele, esposa de Klovys. Segundo a polícia civil, o Clóvis, Cristiano e Leandro, que acabou falecendo, são acusados de armar uma embosca para matar o caseiro "Cícero", tudo porque ele teve um relacionamento amoroso com Franciele, esposa de Clóvis, e também porque Franciele estaria devendo R$ 5 mil reais aproximadamente a Cícero. Os três são acusados de ter dissimulado que o carro de Clóvis teria tido problema na frente da Fazenda, onde Cícero trabalha, eles pediram ajuda e no momento em que Cícero os ajudava, Cristiano deu uma gravata em Cícero que já desconfiava da situação É trouxe consigo um revólver pertencente ao dono da Fazenda. Entraram em luta corporal Cícero, Leandro e Cristiano, havendo o disparo que atingiu o abdômen de Leandro que acabou vindo a óbito. MAIS DETALHES - No sábado (19) nossa reportagem já divulgava com exclusividade que a policia civil de Faxinal abriu um inquérito para investigar a morte de um jovem de um jovem identificado como Leandro da Silva Fernandes de 18 anos de idade, morador de Faxinal, que foi morto com um disparo de arma de fogo, na noite desta sexta-feira 18 de janeiro de 2019. O crime ocorreu na área rural, região da "Fazenda Pessuti". Em entrevista exclusiva ao repórter Wellyngton Jhonis, o delegado Dr. Ricardo Mendes, afirmou que três pessoas foram detidas após a confusão, que pode ter linha passional, e esta sendo devidamente apurada. Segundo o delegado, a equipe foi acionada para comparecer no Hospital municipal, onde deu entrada o jovem Leandro, conhecido como ‘Binho” de 18 anos, vitima de disparo, ao chegar no local, o rapaz já estava em óbito. Após ser questionado, pelas equipes os dois teriam repassado informações desencontradas e o autor não havia sido localizado. Imediatamente equipes da PM e polícia civil foram para o local, para prender o suposto autor e em conversa com o acusado, foi possível levantar que a vitima Leandro da Silva Fernandes, juntamente com Klovys Ferreira Maia e Cristiano Gonçalves, teriam ido conversar com o caseiro deste local e o suposto plano, seria assassinar o caseiro. “Eles chegaram na frente desta casa e chamaram o caseiro, Cícero de Oliveira Pereira, para ajudar a arrumar o carro alegando que apresentava problemas, e ao ajudar, um deles teria dado uma gravata em Cícero, que ao cair, após a luta corporal, um disparo foi efetuado de sua arma, onde atingiu o conhecido “Binho” que veio a óbito” afirmou o delegado. As equipes ao chegarem no local, no primeiro momento acreditaram que os três indivíduos pudessem estar planejando um assalto, pois no veículo pálio foi apreendido touca ninja, corda e estojo deflagrado de munição. Mas após colher os depoimentos, um dos envolvidos, Klovys Ferreira Maia, disse ao delegado que “Cícero” teria tentado a pouco dias, violentar a sua esposa, algo que não foi esclarecido. “O que pode ser observado diante do depoimento é que Klovys, juntou com o “Binho” e Cristiano e tentaram fazer justiça com as próprias mãos. Vamos também intimar a esposa de Klovys, para entender se de fato houve essa situação” frisou o Delegado. Todos são moradores de Faxinal e um deles o “Klovys” estava atuando como agente da defesa civil do município, nenhum tinha passagem pela polícia. Ricardo Mendes informou ainda que Klovys Ferreira e Cristiano Gonçalves devem permanecer detidos por tentativa de homicídio e Cícero de Oliveira Pereira também ficou recolhido por porte e posse ilegal da arma de fogo utilizada que seria uma calibre 38 com um acabamento fino. “O que também chamou atenção foi que a vitima pode ter falecido por Hemorragia, mas estamos aguardando o laudo, para apurar a situação, pois ao ser levado no veículo, “Binho” perdeu muito sangue, na distância de 06 KM. Mas vamos analisar tudo isso, se realmente havia tempo hábil de socorrer o rapaz” finalizou o delegado. Todos os envolvidos disseram ainda que vão provar inocência da situação. Nossa reportagem não conseguiu contato com a defesa de nenhum dos acusados, para prestar depoimentos com relação a ocorrência e nos colocamos a disposição. O corpo do jovem foi encaminhado ao IML (Instituto Médico Legal) de Apucarana, para exames de necropsia e posteriormente ser liberado para velório e sepultamento.


Nenhum comentário: