href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

terça-feira, 1 de janeiro de 2019

Câmara economiza e devolve mais de R$200 mil para a prefeitura de Kaloré

A vereadora Rita de Cássia Mercúrio, a "Ritinha", fez no mês de Dezembro, de 2018, a devolução de um cheque no valor de mais de 210 mil, ou exatamente R$210.093,33. No dia 31 de dezembro, último dia do ano e último dia que exercia a presidência da Casa de Leis, ela disse que estava terminando seu mandato, de presidente, inclusive não foi candidata a reeleição, porque sua meta era comandar o legislativo por dois anos e realizar as transformações que desejava e que sempre pregou que eram possíveis. Um dos grandes méritos, foi promover economia de gastos, com redução de servidores e outras medidas, que permitiram promover sobras de mais de 210 mil. O dinheiro foi devolvido ao poder executivo. Em 2017, ela já havia devolvido cerca de 160 mil. "O trabalho que fizemos, economizando e reduzindo gastos, significa também o respeito com o dinheiro público. Acredito eu, que nos próximos anos, a mesma política de contensão vai continuar, porque provamos que é possível cumprir todas as obrigações, comprar todos os materiais que precisamos, pagar as despesas e, mesmo assim, ainda devolver parte do dinheiro para que a prefeitura possa realizar alguma obra ou usar os valores em prol da comunidade", disse "Ritinha". A devolução rendeu elogios para a vereadora, pois em outros municípios da região, há prefeituras maiores que não devolveram sobras e muitas outras, que apesar de apresentar uma arrecadação maior, não conseguiram economizar e o dinheiro foi gasto representa um prejuízo para o cidadão que paga seus impostos e quer o retorno em obras, ações e programas que melhorem a qualidade de vida de todos. (Texto do repórter Ronaldo Senes o "Berimbau").

Nenhum comentário: