PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

sábado, 1 de dezembro de 2018

MP pede cassação e inelegibilidade de Fernando Francischini

Conforme divulgado pelo Paraná Portal, a Procuradoria Regional Eleitoral do Paraná (PRE-PR) pediu à Justiça Eleitoral a cassação do diploma e inelegibilidade, por oito anos, do deputado federal Fernando Francischini (PSL-PR). O pedido foi feito nesta quinta-feira (29). Um dos motivos alegados pela PRE-PR é a ação de investigação judicial que está em curso e acusa Francischini de ter usado notícias falsas para impulsionar a sua campanha nas eleições deste ano. As notícias eram, segundo o pedido, referentes a falhas constatadas por eleitores nas urnas eletrônicas, entre elas, urnas que não finalizavam o voto, que não davam sinal sonoro ou finalizavam o voto antes de pressionada a tecla “Confirma”. O partido de Francischini, o PSL, moveu um processo para que as urnas fossem auditadas. A auditoria aconteceu no dia 19 de outubro, por mais de 12 horas, e contou com a participação de técnicos, acompanhados de peritos indicados por partidos, advogados, policiais federais e imprensa na sede do Tribunal Regional Eleitoral do Paraná (TRE-PR). O auditor do Patriotas, um dos partidos que também pediu a auditoria faltou e o representante do PSL deixou o local antes do término do processo. Auditoria não encontra problemas em urnas eletrônicas questionadas pelo PSL Em outubro, logo após o primeiro turno das eleições, no dia 7 de outubro, Francischini postou vídeos em que questionava a lisura do processo, baseado nestas falhas. Ele, inclusive, chegou a afirmar que haveria urnas fraudadas no estado. LEIA MAIS.

Nenhum comentário: