href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

segunda-feira, 12 de novembro de 2018

CRIMINAL - Justiça determina transferência de presos condenados da carceragem de Jandaia do Sul para penitenciárias estaduais

Em resposta à ação civil pública ajuizada pelo Ministério Público do Paraná contra o Estado do Paraná, a Justiça determinou que os presos condenados de Jandaia do Sul sejam transferidos em caráter emergencial para penitenciárias estaduais. A remoção deve ser feita em função da precariedade da cadeia pública do município. Durante as investigações, ficou comprovado que detentos condenados mantém convívio com presos provisórios, ferindo a Constituição Federal, que determina que a pena deve ser cumprida em estabelecimentos distintos, de acordo com a natureza da infração, idade e sexo do detido. Hoje, segundo levantamentos da 1ª Promotoria de Justiça da Comarca de Jandaia do Sul, a cadeia do município está funcionando com acréscimo de quase 400% da sua capacidade – são 21 vagas e há 103 presos no espaço. A decisão deve ser cumprida em prazo de 180 dias, com a transferência de todos os condenados ocorrendo de forma gradual, de dezembro a maio de 2019, em seis grupos. Caso a liminar não seja respeitada, o Estado deverá pagar multa no valor de R$ 100 mil, por grupo não transferido. A Justiça também determinou que a partir de maio de 2019 nenhum condenado definitivo poderá ser mantido na cadeia pública de Jandaia do Sul. Com informações do MP-PR.

Nenhum comentário: