PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
>

segunda-feira, 29 de outubro de 2018

VALE DO IVAÍ - Governo do Estado promove mutirão para garantir benefício a idosos

O Governo do Paraná está iniciando um grande mutirão para localizar e cadastrar pessoas idosas ou pessoas com deficiência que podem perder o Benefício de Prestação Continuada (BPC) se não estiverem incluídas no Cadastro Único de Programas Sociais (CadÚnico) até 31 de dezembro. Por determinação do governo federal, os beneficiários que não atenderem a esta exigência terão o benefício bloqueado ou suspenso a partir de janeiro de 2019. Para evitar que isto aconteça, a Secretaria de Estado da Família e Desenvolvimento Social, em parceria com a Celepar, elaborou um levantamento completo com dados sobre as 56.728 pessoas que ainda precisam ser cadastradas no Paraná. O documento será encaminhado aos municípios. Clica Aqui e confira a lista da região do Vale do Ivaí. As visitas de casa em casa serão realizadas por equipes de assistência social e agentes comunitários de saúde, com o apoio da Secretaria de Estado da Saúde. A meta é alcançar todos os beneficiários até o dia 15 de dezembro. Para atualizar o cadastro é preciso comparecer a um dos 569 Cras, os Centros de Referência de Assistência Social do Estado. Caso o beneficiário tenha dificuldade para deslocamento, o procedimento pode ser feito pelo responsável familiar. O mutirão promovido pelo Governo do Estado também vai mobilizar a rede socioassistencial que atende idosos e pessoas com deficiência. Em julho deste ano, no Paraná, havia 205 mil pessoas idosas e pessoas com deficiência recebendo o BPC. Desse total, 72% possuem Cadastro Único e 56 mil ainda precisam fazer a inscrição no banco de dados. Pouco mais da metade dos beneficiários são pessoas com deficiência e os demais são pessoas idosas. Os documentos necessários para o cadastro são o CPF e o título de eleitor. Comprovante de endereço não é obrigatório, mas facilita o cadastro. Para os indígenas, o Registro Administrativo de Nascimento Indígena também serve como documentação. A regularização do cadastro também permite o acesso a outros programas socioassistenciais, como o Família Paranaense, Luz Fraterna e Tarifa Social.

CLICA AQUI E VEJA A LISTA DA REGIÃO 





Nenhum comentário: