PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
>

terça-feira, 30 de outubro de 2018

IVAIPORÃ - 2 projetos inscritos pela Prefeitura no Prêmio Gestor Público estão classificados entre os melhores do Paraná

Em setembro, a Prefeitura de Ivaiporã inscreveu 3 projetos na VI Edição do Prêmio Gestor Público, por meio do Departamento Municipal de Assistência Social, que indicou os projetos “Valorizando a Vida – não às drogas” e “Espaço Verde – horta saudável”, e do Departamento Municipal de Educação, que sugeriu o projeto “Horta Pedagógica – sementinha do saber”. Esta semana, a Prefeitura recebeu ofício do Sindicato dos Auditores Fiscais da Receita do Estado do Paraná (Sindafep), que é responsável pelo Prêmio Gestor Público, informando que os projetos “Valorizando a Vida – não às drogas” e “Horta Pedagógica – sementinha do saber” foram selecionados entre os melhores do Paraná na VI Edição do Prêmio Gestor Público. No dia 21 de outubro, será realizada a sessão solene de premiação na Assembleia Legislativa, em Curitiba, onde o prefeito de Ivaiporã, Miguel Amaral, e as diretoras dos Departamentos Municipais de Assistência Social e Educação, Gertrudes Bernardy e Rose Sirço – respectivamente receberão um dos prêmios previstos no regulamento. O avaliador do Prêmio Gestor Público, Reginaldo de França, esteve em Ivaiporã, em setembro, com o objetivo de avaliar os projetos inscritos pelo município. Reginaldo de França disse que conhece o projeto “Valorizando a Vida – não às drogas”, o qual foi premiado anteriormente no Prêmio Gestor Público. “Aqueles projetos que apresentam resultados e são aprimorados podem voltar a ser inscritos no Prêmio Gestor Público e com direito à Moção Honrosa. O projeto Valorizando a Vida – não às drogas é um exemplo”, citou Reginaldo de França. O objetivo do Prêmio Gestor Público é valorizar projetos de administração pública que sejam inovadores, criativos e que proporcionem o desenvolvimento voltado à sociedade. Este ano, o Prêmio Gestor Público aborda o tema: “Agricultura – produtividade e sustentabilidade”.

Nenhum comentário: