PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
>

segunda-feira, 15 de outubro de 2018

Idosa é morta a facadas e marido é levado em estado grave ao hospital em Reserva

Jovem confessa que matou idosa com facadas e marteladas para se vingar do neto da vítima
Um casal de idosos foi violentamente atacado a golpes de faca na madrugada deste domingo (14), em Reserva na região dos Campos Gerais. Segundo informações da polícia, o casal foi agredido a golpes de faca em sua residência, na Rua Francisco Sadi de Brito, 685, na Vila Martins, naquela cidade. O neto do casal estava na casa de amigos e se deparou com a cena de horror ao chegar em casa, por volta da 01:30h da madrugada, onde encontrou sua avó em óbito, com diversas perfurações. O avô em estado grave, mas ainda com vida, em sua cama, foi imediatamente encaminhado a casa hospitalar. Policiais Civis e Militares foram acionadas e compareceram ao local. O Investigador de Plantão também acionou a perícia do Instituto de Criminalística e o IML de Ponta Grossa, para compareceram ao local. PRISÃO - Jonathan Ferreira dos Santos Guimarães de Quadros, de 19 anos, O rapaz apresenta uma postura fria, calculista e irônica, após brutal assassinato. Ele confessou em um vídeo que atacou casal de avôs para se vingar do neto. Ambos foram agredidos com facadas e marteladas na cabeça. Conforme divulgamos, a situação gravíssima ocorreu na madrugada de domingo, dia 14 de outubro, de 2018, em Reserva, região central do Paraná. Dois idosos foram atacados à facadas na própria residência, na Rua Francisco Sadi de Brito, 685, na Vila Martins. O Investigador Brasil informou que o neto do casal estava na residência de amigos e, ao voltar para a casa dos avôs, à 01:30, se deparou com a cena horripilante, ou seja, a avó, Araci Conceição dos Santos, de 71 anos, em óbito, com diversas perfurações de faca e marteladas na cabeça, e seu avô, Paraílio Borges dos Santos, também com os mesmos ferimentos, em estado grave, mas ainda com vida e jogado em sua cama. Imediatamente as Polícias Civil e Militar foram acionadas e compareceram ao local. O Investigador de Plantão e o Delegado Ezequias, também acionaram a perícia do Instituto de Criminalística e o IML de Ponta Grossa. Ele disse que queria manter um relacionamento com o neto, mas como o menor não quis, matou seus avôs para que o adolescente soubesse a dor de sofrer pela perda de alguém que ama. Ainda revela, ironicamente, que foi para a cadeia, mas sairá, agora quem foi para o cemitério, não mais voltará. Antes de ser preso ele tentou esconder na casa de familiares que não teriam aceitado homiziar o autor do crime. Então ele teria procurado amigos, e ao ser localizado, estava deixando a cidade a pé, já a dez quilômetros, sentido a localidade de Laranjeiras. Suas vestes ainda estavam sujas de sangue,. Assista o vídeo e veja mais detalhes. (Informações: Repórter Berimbau, Investigador Brasil e portal Reserva News).

Nenhum comentário: