PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
>

sexta-feira, 26 de outubro de 2018

Abertura da Expoagri 2018 em Apucarana

Evento é realizado desde 1983 pelo Colégio Agrícola de Apucarana.
O Colégio Agrícola Estadual Manoel Ribas, de Apucarana, abriu nesta quinta-feira (25) a sua tradicional Exposição Agrícola (Expoagri), na sua 35ª edição, no ano em que completou 60 anos de atividades. O evento apresenta à população uma série de projetos elaborados pelos alunos, mediante parcerias firmadas com várias empresas de Apucarana e região. Na solenidade de abertura, a diretora da instituição, Rosiney Pimenta Campos, lembrou que o agronegócio move o país e que neste contexto o colégio Agrícola tem uma relevante missão, formando mão de obra qualificada para atuar no campo. “Nossa Expoagri esta aberta à visitação de toda a comunidade e teremos muito prazer em receber a todos”, anunciou a diretora. Rosiney Pimenta aprovetiou o evento para anunciar que, a partir do segundo semestre de 2019, oColégio Agrícola passará a ofertar o curso de Técnico em Agronegócio. “O projeto está pronto e estamos finalizando toda a documentação, com o apoio do Núcleo Regional de Educação”, informou a diretora, acrescentando que o curso terá um ano e meio de duração e será no nível pós-ensino médio. Ao discursar na abertura da exposição, o prefeito Beto Preto enalteceu a instituição que chegou aos seus 60 anos e detém alto conceito em todo o Paraná. “As instalações e área agrícola do colégio ficava na área rural de Apucarana e hoje já se mistura com a área urbana”, assinalou. Beto Preto assumiu o compromisso de retomar e concluir as obras de melhorias, principalmente no setor de alojamentos, que estão paralisadas há alguns meses.
“O governador eleito Ratinho Junior já tem conhecimento desta situação e esperamos resolver tudo ainda no primeiro semestre de 2019”, afirmou o prefeito. A solenidade contou com a presença do vereador Marcos da Vila Reis, representando o presidente da Câmara, Mauro Bertoli; e a professora Maria Onide Balan Sardinha, chefe do Núcleo Regional de Educação, além de empresários e parceiros do Colégio Agrícola Estadual Manoel Ribas. Com uma área de terra de 40 alqueires, o Colégio Agrícola desenvolve atividades práticas em diversos setores, como olericultura, apicultura, oficina rural, oficina mecânica, cunicultura, fruticultura, horticultura e mais abate, fábrica de ração, bovinocultura, sericultura, cafeicultura, ovinocultura, suinocultura e cereais. Atualmente, a instituição oferece o curso de agropecuária integrado, agropecuária subsequente e meio ambiente subsequente. Com cerca de 400 alunos que vêm de 80 municípios, do Paraná e também de outros estados, o colégio assegura moradia, sendo que no regime de internato a instituição abriga nos alojamento cerca de 140 alunos. O colégio foi inaugurado no dia 2 de abril de 1958. Nos primeiros anos pertenceu à Rede de Escolas de Trabalhadores Rurais, quando era ministrado um curso com ensinamentos agropecuários com duração de três anos. Em 1967, o colégio passou a ter a denominação Colégio Agrícola Estadual Manoel Ribas.

Nenhum comentário: