href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

quarta-feira, 26 de setembro de 2018

Tecpar recebe carta-patente para processo produtivo da vacina antirrábica

O Instituto de Tecnologia do Paraná, Tecpar, recebeu do Instituto Nacional da Propriedade Industrial a concessão da patente do processo produtivo da vacina antirrábica veterinária. Esta é a quarta patente concedida em nome do Tecpar, a primeira na área de saúde pública. O instituto produz a vacina antirrábica há mais de 40 anos para as campanhas de vacinação do Ministério da Saúde e ao longo deste período utilizou diferentes métodos de produção. Devido ao grande volume de doses que o Brasil utiliza na campanha nacional de vacinação de cães e gatos, o Tecpar desenvolveu um processo produtivo de vacina antirrábica que utiliza o método de perfusão para a cultura de células e produção de vírus rábico. Segundo o gerente do Centro de Desenvolvimento e Produção de Imunobiológicos do Tecpar, Aurélio Zeferino, a metodologia desenvolvida pelos pesquisadores do instituto resulta em uma vacina de melhor qualidade e com uma capacidade de produção maior. O processo de exame do pedido de patente pelo Instituto Nacional da Propriedade Industrial levou apenas dois anos e meio. Sete pesquisadores do Tecpar foram registrados como inventores na carta de patente.

Nenhum comentário: