href="https://1.bp.blogspot.com/-6gy4glK0nPk/XHGyQlw1tUI/AAAAAAADRDg/g44NPL06wLs5iJ6w2ILCd_7b2dAUxF7iACLcBGAs/s1600/na-chapa-restaurante.jpg" imageanchor="1" style="margin-left: 1em; margin-right: 1em;">
PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009
Curta nossa página no Facebook e receba as atualizações de todas as notícias

quarta-feira, 21 de agosto de 2019

Caixa anuncia financiamento habitacional corrigido pelo IPCA

O governo federal anunciou hoje (20), em evento no Palácio do Planalto, o lançamento de uma nova linha de financiamento habitacional na Caixa Econômica Federal (CEF). Essa linha vai operar contratos habitacionais corrigidos pela inflação oficial medida pelo Índice Nacional de Preços ao Consumidor Amplo (IPCA), mais uma taxa fixa.O presidente da Caixa, Pedro Guimarães, havia adiantado a medidana semana passada, sem detalhes. Na tarde desta terça-feira, no Planalto, Guimarães explicou que a nova linha, baseada no IPCA, trará taxas reduzidas e utilizará o IPCA no lugar da Taxa Referencial (TR), definida pelo Banco Central e considerada por Guimarães de baixa previsibilidade.A nova linha traz uma taxa de 4,95% do valor financiado mais correção do IPCA. A porcentagem pode chegar a 2,95% do valor financiado para quem tem as melhores relações com o banco (ter conta no banco e apresentar baixo risco de inadimplência, por exemplo). Os valores serão corrigidos mensalmente, prestação a prestação, conforme o IPCA mais recente.Já a linha de financiamento praticada atualmente traz uma correção de TR mais 9,75% do valor financiado. Essa porcentagem pode cair até 8,5%, sendo 8,5% para clientes com boas relações com o banco.Prestações menores.Guimarães disse que o valor da prestação do financiamento imobiliário poderá ser reduzido até pela metade. “O que representa isso? Um imóvel de R$ 300 mil, que hoje você começa pagando R$ 3 mil, você baixará, com 4,95% de taxa, de R$ 3.168 para R$ 2 mil. Se você chegar a uma taxa de 2,95%, você chega a uma redução de 51% na prestação”.Caso o cliente não queira financiar com base no IPCA, temendo um aumento muito grande na inflação no futuro, ele poderá optar pela linha já usada.

Convênio de reciclagem já coletou mais 5,5 mil pneus, em Apucarana

Menos de 2 meses da prefeitura de Apucarana firmar convênio com a Reciclanip, 4 mil pneus já foram recolhidos e encaminhados para reciclagem. Outras 1540 unidades estão no espaço de armazenamento disponibilizado pelo município, localizado no IBC da Vila Nova e assim que completar uma carga de 2 mil seguirão o mesmo destino. No final de junho, a prefeitura firmou convênio com a Reciclanip, empresa responsável pela logística reversa de pneus no Paraná, baseada na região metropolitana de Curitiba. De acordo com o convênio, a Prefeitura disponibiliza o depósito coberto para acondicionamento dos pneus e trabalhadores para carregamento dos caminhões que vierem recolher o material.O espaço para armazenamento está localizado na Rua Byngton, no IBC da Vila Nova, onde borracharias e auto centers podem descartar os pneus inservíveis sem qualquer custo. O recebimento do material no IBC ocorre nas segundas e quartas-feiras, no período das 8 às 11 horas e das 13 às 16 horas.O município interveio nesta questão após denúncias de descarte clandestino de pneus inservíveis. Existe a preocupação ambiental, mas também a relacionada à saúde pública, já que os pneus mantidos a céu aberto acumulam água e contribuem para a proliferação do mosquito transmissor da dengue.O prefeito Junior da Femac lança um apelo para que todos os envolvidos façam sua parte para que os pneus tenham uma destinação correta. “Não joguem pneus em terrenos baldios. Não é preciso fazer isso. Tragam para o IBC da Vila Nova. Não paga nada”, reforça Junior da Femac.Junior da Femac observa ainda que o espaço de armazenamento foi também disponibilizado para a Associação dos Municípios do Vale do Ivaí (Amuvi). “Colocamos à disposição o ecoponto para os municípios da Amuvi, pois é um problema comum enfrentado pelos municípios e Apucarana está disposta a contribuir na solução desta importante questão”, reitera Junior da Femac.Após ser encaminhado para a Reciclanip, os pneus são utilizados como combustível alternativo em fornos de cimenteiras, transformados em tapetes para automóveis, pisos industriais e pisos para quadras poliesportivas, além de serem adicionados à massa asfáltica dando origem ao chamado asfalto-borracha. A Reciclanip foi criada em 2007 pelas fabricantes de pneus, como Bridgestone, Goodyear, Michelin, Pirelli, Continental e Dunlop. A empresa tem a missão de administrar o processo de coleta e destinação de pneus inservíveis, colocando em prática a logística reversa.

Prefeitura de Apucarana intensifica sinalização e garante mais segurança no trânsito

A Superintendência Municipal de Trânsito promoveu nos últimos dias uma série de intervenções na sinalização de trânsito. Os serviços envolveram a implantação de vários dispositivos, como a pintura das chamadas “yellow box”, de canteiros separadores de pistas de rolamento, fixação de taxões reflexivos e canalizações para direcionar o fluxo do trânsito.O prefeito de Apucarana, Junior da Femac, afirma que muitos dos serviços são realizados no período noturno ou nos finais de semana. “Adotamos esse procedimento em ruas na área central e que são bastante movimentadas. É o caso da Rua Munhoz da Rocha, onde o serviço foi executado fora do horário comercial”, frisa Junior da Femac.Na “Munhoz da Rocha”, a empresa contratada pela Prefeitura renovou a sinalização horizontal do trecho que vai da Rua Osório Ribas de Paula, até a Avenida Souza Naves. “Neste ponto, no prolongamento com a Avenida Governador Roberto da Silveira, foi feita a pintura de uma canalização direcionando o movimento do trânsito e que será completada com a colocação de taxões reflexivos”, explica Junior da Femac.Medida semelhante foi adotada na Avenida São João, no acesso à Avenida Minas Gerais. Nas proximidades do semáforo existente no local, foi implantado o chamado canteiro central fictício, que se constitui de marcas viárias pintadas sobre o asfalto para separar as duas pistas de rolamento.O prefeito afirma que as intervenções obedecem critério técnico e também, em alguns casos, atendem sugestões vindas da população. “Exemplo disso é a yellow box ou caixa amarela que foi implantada na Rua Casemiro de Abreu, nas proximidades do Edifício Francisco de Assis. O dispositivo proporciona maior segurança na saída e entrada do condomínio residencial e era uma reivindicação dos moradores”, pontua o prefeito.ACESSO A ESTUDANTES – Outra grande ação foi realizada nas proximidades da Faculdade de Apucarana (FAP). De acordo com Carlos Mendes, superintendente municipal de Trânsito, vias próximas receberam nova sinalização, tanto horizontal quanto vertical.O trevo de acesso à instituição de ensino foi também revitalizado. “São cerca de 1.500 estudantes entrando e saindo da faculdade em horário de pico, o que traz para esse bairro residencial um movimento muito grande”, pontua Mendes.O superintendente de Trânsito afirma que novas intervenções estão previstas. “O prefeito Junior da Femac conversou com a direção da faculdade e está em estudo a implantação de uma rotatória, de uma faixa elevada para travessia de pedestres e de melhorias no ponto de embarque e desembarque”, completa Mendes.

Homens se passam por funcionários de empresa e aplicam golpe do extintor em Apucarana

A Bianchi Engenharia, empresa de Apucarana, informou que alguns homens tem circulado no comércio da cidade e também da região e se identificando como funcionários da empresa. Segundo Kelly Pavane, funcionária de empresa, os suspeitos recolhem os extintores que não estão vencidos e recebem dos clientes em nome da Bianchi."Esclarecemos que sempre comunicamos antecipadamente por telefone o vencimento e a troca dos extintores e nossos funcionários estão sempre uniformizados e com os veículos timbrados. Somente hoje (20) recebemos a reclamação de cinco empresas, ontem (19) foram três. Caso haja dúvidas, basta entrar em contato com a BIANCHI pelo fone, 43- 3033-7700.", explica Kelly. Fonte: TNOline.

Ordem de serviço para contorno de Arapongas sai ainda neste ano, diz secretário

O Governo do Estado não só mantém a determinação de que seja executada a obra do contorno rodoviário de Arapongas, como anuncia a ordem de serviço ainda para este ano. A informação foi dada nesta terça-feira (20) ao prefeito Sérgio Onofre pelo secretário de Infraestrutura e Logística, Sandro Alex. Da mesma audiência, realizada em Curitiba, participaram também o deputado estadual Tiago Amaral e o diretor-geral da Secretaria de Infraestrutura e Logística, Fernando Furiatti. “É a palavra do governo e nós acreditamos que ela tem peso. Por isso vamos continuar lutando e acreditando na execução dessa obra, embora os prazos estejam cada vez mais apertados”, afirma Sérgio Onofre.O prefeito disse que está à disposição para fazer quantas viagens for preciso e a participar de quantas reuniões for convocado, desde que a obra saia do papel. “Existe um contrato através da qual as concessionárias se comprometeram a executar não só esta, mas também várias outras obras. Tudo o que nós queremos é que esses contratos sejam cumpridos”, acrescenta o prefeito de Arapongas. Presidente da Associação dos Municípios do Médio-Paranapanema, Sérgio Onofre lembra que obras como o contorno rodoviário de Arapongas beneficiam não só o município, mas toda a região e mesmo pessoas de outros pontos do país que se utilizam da malha viária paranaense.Sérgio Onofre lembra que em janeiro, em audiência com o superintendente da Viapar, Jackson Seleme, representantes do DER e de outros órgãos do governo, também foi pedido o início das obras, mas que desde então houve poucos avanços. Um dos impasses surgidos diz respeito à desapropriação de parte dos 32 alqueires que serão atingidos pela obra. Os investimentos necessários para a aquisição das terras deveriam ser bancados em até R$ 20 milhões pela concessionária. Como o governo já depositou outros R$ 7 milhões como cobertura do valor extrapolado, Onofre diz não aceitar que o impasse continue. “Nós confiamos na palavra do Sandro Alex. Ele representa o governo estadual em um setor estratégico e, se ele nos diz que a ordem de serviço vai ser dada ainda neste ano, não temos por que duvidar”, avalia o prefeito.O contorno deveria começar na região do quilômetro 191 da BR-369, alguns metros ao norte do totem que demarca o Trópico de Capricórnio. A nova pista seguiria a leste da rodovia e voltaria a se encontrar com a estrada principal nas proximidades do Pavilhão de Exposições de Arapongas, pouco antes da praça de pedágio do município. O investimento previsto é de R$ 129,6 milhões e a extensão total do contorno será de 10,2 quilômetros.

Homem é assassinado em Mauá da Serra

Um homem foi assassinado no final da tarde de ontem (20) em Mauá da Serra. O crime aconteceu em frente de um bar, na Vila Santa Maria. Segundo testemunhas, a vítima, que ainda não teve o nome divulgado, foi atingido por um tiro de revólver.As testemunhas ainda contaram, que a vítima teria se envolvido em uma briga com o autor do disparo. Algumas pessoas contaram para a Polícia Militar (PM), que a vítima teria pegado uma faca, o suspeito pediu para o homem não se aproximar, e então atirou. O disparo acertou o peito da vítima. A equipe do Instituto Médico Legal, IML de Apucarana foi chamada. A PM está no local. Fonte: TNOline.

PM de Ivaiporã registra dois casos de furto

A Polícia Militar de Ivaiporã atendeu dois casos de furto durante esta terça-feira 20/08. O primeiro caso aconteceu às 16h20, na Avenida Estevão Marciano dos Santos. A vítima contou que saiu para trabalhar, e ao retornar encontrou sua casa revirada e deu falta de dois relógios e um perfume. Foi constatado pela equipe, o arrombamento da janela da sala de estar, que fica na frente da residência. O outro caso foi às 19h em uma propriedade rural. O morador contou que durante a tarde foi ao seu sitio, e constatou que a porta teria sido arrombada, ao verificar se faltava algum pertence o mesmo deu falta de uma centrifuga, um botijão de gás, e uma panela. As vítima foram orientadas. 

Criança de seis anos se envolve em acidente em Ivaiporã

Uma criança de seis anos sofreu ferimentos leves após se envolver em um acidente na Rua Jacarezinho, em Ivaiporã. A criança estava em uma bicicleta e foi atingida por um carro. A batida aconteceu por volta das 13h09 desta terça-feira 20/08. O veiculo foi encaminhado ao pátio devido a débitos. A criança foi levada para Unidade de Pronto Atendimento. 

terça-feira, 20 de agosto de 2019

Em Curitiba vereador solicita recursos para Borrazópolis

Vereador Wellyngton Jhonis cumpriu agenda em Curitiba visitando secretarias ao lado do deputado estadual Do Carmo e protocolando requerimentos entre eles o pedido para uma Base do SAMU em Borrazópolis
Em sua passagem nesta segunda-feira 19 de agosto de 2019 em Curitiba, o vereador Wellyngton Jhonis (PSB) protocolou um requerimento junto ao deputado estadual Do Carmo, para ser encaminhado a secretaria de estado da saúde, para a instalação de uma Base do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (SAMU) em Borrazópolis. Em sua justificativa Jhonis defendeu a importância do requerimento: “Borrazópolis conta com uma população de mais de sete mil habitantes e com a base em nosso município, poderíamos atender cidades como Kaloré, Cruzmaltina e outros municípios” frisou o vereador. OUTROS PEDIDOS – Ainda na capital, o vereador também apresentou outras demandas na capital, entre elas, melhorias na rodovia PR-466 que liga Borrazópolis até o trevo da Coamo e apoio para associações locais, como o Grupo Shizuka, coordenado pelo professor Sandro. "Participamos nesta segunda-feira (19) de uma reunião no gabinete do deputado estadual Do Carmo em Curitiba, ao lado prefeito de Maringá Ulisses Maia e do vereador Paulinho Portela de Faxinal. Entregamos nossas demandas e entre elas o pedido por melhorias na rodovia que liga Borrazópolis ao trevo da Coamo em Faxinal, o trecho está bastante danificado colocando em risco a vida das famílias que passam pelo local, pedidos na área da saúde e apoio para um projeto que estamos incentivando na área do artesanato em nossa comunidade" ressaltou o vereador. SOBRE O SERVIÇO DO SAMU - O Serviço de Atendimento Móvel de Urgência é um programa que tem como finalidade prestar socorro à população em casos de emergência. O serviço funciona 24 horas por dia com equipes de profissionais de saúde, como médicos, enfermeiros, auxiliares de enfermagem e socorristas que atendem às urgências de natureza traumática, clínica, pediátrica, cirúrgica e de saúde mental da população. Após o atendimento do paciente a equipe médica define o destino do paciente podendo ser uma Unidade de Pronto Atendimento - UPA ou um Hospital Terciário. Assim, esse serviço de atendimento móvel foi criado para organizar os diferentes níveis de situações de saúde, encaminhando os quadros de menor complexidade ou fase diagnóstica ou ainda para uma situação de estabilização clínica (UPAS) e os quadros de maior complexidade que necessitam de especialidades (politraumatizados, Infartos, Trauma de crâneos, Acidentes Vasculares Encefálicos, Abdome Agudo).

JAP'S - Fase final será em Ivaiporã

O Governo do Estado e a Prefeitura de Ivaiporã realizaram o 62º Jogos Abertos do Paraná (Japs) – Fase Final B, que reunirá 3.241 atletas, técnicos e dirigentes de 112 municípios, com apoio do Núcleo Regional de Educação (NRE), entre os dias 23 e 29 de agosto. A abertura dos Japs será realizada, no dia 23 de agosto, às 19h30, com show do Espaço Sou Arte, no Ginásio Sapecadão.

IVAIPORÃ - Prefeitura disponibiliza acesso online para lista de espera por vagas nos Cmeis

A Prefeitura de Ivaiporã informa, por meio da Secretaria Municipal de Educação, que se encontra disponível o acesso online para os pais ou responsáveis que esperam por vagas nos Centros Municipais de Educação Infantil (Cmeis). O cadastro deve ser feito pelo site http://www.ivaipora.pr.gov.br/. A coordenadora geral dos Cmeis, Daiane Soares, explicou que os pais ou responsáveis devem acessar e fazer o cadastro – sem a necessidade de procurar a Secretaria Municipal de Educação ou a direção dos Cmeis. “Os pais que, por ventura, tenham dificuldades em acessar o site podem procurar o setor de documentação da Secretaria Municipal de Educação, onde serão auxiliados”, informou Daiane Soares. O serviço online visa facilitar, otimizar e tornar mais transparente o acesso às vagas dos Cmeis, uma vez que, além de possibilitar o cadastramento pelos responsáveis, disponibiliza o acesso à lista unificada para acompanhamento dos pais e da comunidade. Os pais ou responsáveis podem acessar os seguintes links: Cadastro de vagas: http://ivaipora.trendsoftpb.com.br/view/login.php Lista de espera dos Centros Municipais de Educação Infantil http://ivaipora.trendsoftpb.com.br/admin/listagemPublica.php.

AURORA - Espetáculo com o Espaço Sou Arte narra a trajetória de 50 anos da Aurora

A Cocari convida a todos para o grandioso evento em comemoração aos 50 anos da Cooperativa Aurora! O espetáculo “A Soma de Todos Nós” narra a trajetória desde a fundação da cooperativa até os dias atuais. Desenvolvida pelo Espaço Sou Arte, de Campo Mourão-PR, a peça mescla teatro, circo e dança, com a participação de 20 artistas. A entrada é gratuita. Intercooperação A Cocari se orgulha em ser uma das 11 cooperativas filiadas à Aurora, que é movida pela força de mais de 100 mil famílias no campo e na cidade. Juntas, as cooperativas geram emprego e desenvolvimento para as comunidades envolvidas. Os festejos do cinquentenário da Aurora iniciaram dia 12 de abril e se encerram em 23 de novembro. Produção A produção exclusiva do Espaço Sou Arte contou com três meses de intenso trabalho. Cada detalhe foi planejado minuciosamente por dramaturgos, diretores teatrais e circenses, além de coreógrafos. O espetáculo vem sendo encenado nos 11 municípios onde estão localizadas as cooperativas filiadas e em algumas unidades da Aurora. A Aurora Data de fundação: 15 de abril de 1969 Sede em Chapecó-SC 28.000 empregos diretos 65.500 famílias rurais cooperadas 10.200 colaboradores das 11 cooperativas filiadas Unidades: oito unidades industriais de suínos, sete unidades industriais de aves (uma em Mandaguari-PR), seis fábricas de rações (uma em Mandaguari-PR), 13 unidades de ativos biológicos (incluindo granjas, incubatórios e unidade de disseminação de gens), 16 unidades de vendas Filiadas: Cooperalfa (Chapecó-SC), CooperA1 (Palmitos-SC), Coopercampos (Campos Novos-SC), Copérdia (Concórdia-SC), Auriverde (Cunha Porã-SC), Cooperitaipu (Pinhalzinho-SC), Coasgo (São Gabriel do Oeste-MS), Coopervil (Videira-SC), Cocari (Mandaguari-PR), Colacer (Lacerdópolis-SC) e Caslo (São Lourenço do Oeste-SC) Com um mix formado por mais de 800 itens em produtos à base de carne, leite, massas e vegetais, a Aurora exporta para aproximadamente 60 países. Em 2018, a receita bruta com vendas alcançou R$ 9,1 bilhões, crescimento de 2,5% em relação ao ano anterior. Espetáculo Data: 26 de agosto (segunda-feira) Horário: das 9 às 10 da manhã Local: Ginásio de Esportes “Xanduzão”, Mandaguari-PR Entrada Gratuita! Contamos com a sua presença!

MANOEL RIBAS - Acidente envolvendo caminhonete e veículo, deixa uma pessoa ferida

Uma pessoa ficou ferida nesta terça-feira (20), em acidente no KM 140 da rodovia Ladislau Gil Fernandez (PRC-466), por volta das 10h30, entre Manoel e Ivaiporã. A colisão aconteceu nas proximidades do trevo de Barra Santa Salete. A vítima que teve ferimentos leves foi atendida por agentes da Defesa Civil de Manoel Ribas. O acidente envolveu uma camionete Ford F.1000, com placas de Manoel Ribas e uma Saveiro de Guarapuava. As causas do acidente estão sendo apuradas. Tn Online.

IVAIPORÃ - Prefeitura inaugura Praça Japão e incentiva lazer e turismo

A Prefeitura de Ivaiporã inaugurou a Praça Japão, na sexta-feira, dia 16 de agosto, com a realização do 1º Festival do Japão – organizado pelo Departamento Municipal de Cultura em parceria com Aceni (Associação Cultura e Esportiva Nikei de Ivaiporã). O prefeito Miguel Amaral agradeceu à Câmara de Vereadores pela aprovação do projeto da Praça Japão e apoio dado aos demais projetos que beneficiam o município, bem como a Aceni, que não mediu esforços para ajudar na organização do 1º Festival do Japão, decorar o espaço público e o minimuseu. “É importante investir no turismo, porque se trata de um setor que gera empregos e renda. Além disso, investir em turismo também reflete na qualidade de vida”, defendeu Miguel Amara, que agradeceu à Câmara de Vereadores que trabalha em parceria com a Prefeitura de Ivaiporã aprovando os projetos que são de interesse da população. O presidente da Câmara de Vereadores, Éder Bueno, disse que o Legislativo apoia a administração municipal, “porque percebe o trabalho comprometido com Ivaiporã, por isso, a parceria tem dado certo”. Conforme Éder Bueno a Praça Japão não é apenas um cartão postal, e sim uma homenagem aos descendentes japoneses. O presidente da Aceni, Sunao Yotsumoto, agradeceu ao prefeito Miguel Amaral e respectiva equipe administrativa pela construção da Praça Japão; diretora do Departamento Municipal de Cultura, Amanda Amaral Rafael, pelo empenho na organização do 1º Festival do Japão; e aos membros da Aceni pela decoração da Praça Japão, onde houve apresentações culturais, barracas típicas e espaço destinado às crianças. O vice-presidente da Aceni, Jorge Kawano, disse que Ivaiporã tem um número representativo de descendentes de japoneses e profissionais que atuam em vários seguimentos da sociedade – lavoura, indústria, comércio e na prestação de serviços. “A Praça Japão é o reconhecimento da contribuição dada por profissionais que contribuíram com o desenvolvimento de Ivaiporã”, comentou Jorge Kawano, que mencionou a Praça Japão como cartão postal de Ivaiporã. Em seguida, a placa inaugural da Praça Japão foi descerrada pelo prefeito Miguel Amaral; vice-prefeito Ilson Gagliano; presidente da Câmara de Vereadores, Éder Bueno; presidente e vice-presidente da Aceni, Sunao Yotsumoto e Jorge Kawano; e pelo comandante do 2º Comando Regional do Corpo de Bombeiros do Paraná, coronel Gabriel Mocellin Júnior. A solenidade de inauguração contou com a benção do padre da Paróquia Santíssima Mãe de Deus, Romano Gnesotto, e do pastor da Assembleia de Deus, Valdenir Andreacci; e com a presença da primeira-dama Nair Amaral; diretores dos departamentos municipais da Prefeitura; vereadores Hélio Barros e José Aparecido Peres; comandante da 6ª Companhia Independente de Polícia Militar de Ivaiporã, capitão Élio Boing; presidente da Associação Comercial, Industrial e de Serviços de Ivaiporã (Acisi), Mauro Merigue; ex-vice-prefeito Adail Rother Júnior; entre outras autoridades.

CÂNDIDO DE ABREU - Parceria garantirá água tratada a famílias de comunidades rurais

Comunidades rurais de Cândido de Abreu, na região central, vão receber sistemas de abastecimento de água, a parceria é da Sanepar com a prefeitura municipal. O investimento de R$ 842 mil beneficiará 230 famílias moradoras das comunidades rurais de Imbuia e Saltinho. O termo aditivo foi assinado pelo prefeito José Maria Reis Júnior também segunda-feira, na sede da Sanepar, em Curitiba. O presidente da Sanepar destaca a importância dos investimentos em saneamento para garantir saúde para a população. “A Sanepar e o Governo do Estado dão ênfase à saúde. Este é o trabalho da Sanepar, o que resulta em menos gasto nos municípios com doença”, ressaltou. A Sanepar fará o projeto, fornecerá material hidráulico e dará apoio técnico, ambiental e comunitário. Os moradores serão treinados para que eles mesmos cuidem do sistema. E a prefeitura fará a obra civil, sob orientação da Sanepar. O prazo de instalação do sistema é de 18 meses. “Esta é uma demanda antiga dos moradores. Ali é uma região com abundância de água, mas uma água sulfurosa, difícil de ser ingerida”, disse o prefeito de Cândido de Abreu. Segundo ele, a comunidade bebe água da chuva, de banhado, e tem que andar 13 quilômetros para buscar água do Rio Ivaí. “Encontramos uma nascente em Reserva e agora, com essa parceria com a Sanepar, essa água será bombeada e tratada”, contou.

Vereador divulga requerimento para Grandes Rios

Leia na íntegra as requerimentos enviados pelo vereador  Faguinho de Grandes Rios. Pedido de Informação nº 024/2019 – Solicito informação ao senhor prefeito Municipal e ao órgão competente quanto o município arrecadou de iluminação publica no primeiro semestre de 2019 ,onde esta sendo investido esse dinheiro e quais os próximos investimentos previstos, pois dinheiro de iluminação pública tem que ser investido em iluminação pública e tem vários pontos que não tem iluminação no município. Autor: Fagner Honório.

OFERTAS da Casa Pereira/ Nova Plus


Sequestrador é morto por atirador de elite na Ponte Rio-Niterói, no Rio de Janeiro

Um homem que fazia passageiros de um ônibus da Viação Galo Branco reféns na Ponte Rio-Niterói na manhã desta terça-feira, 20, foi morto por atiradores de elite da Polícia Militar do Estado do Rio de Janeiro. O sequestro se iniciou por volta das 5h30 e durou cerca de quatro horas.A Ponte Rio-Niterói está totalmente interditada, no sentido Rio. O sentido Niterói está temporariamente bloqueado, para implantação de faixa reversível, de acordo com a Ecoponte. Agentes da Companhia de Engenharia de Tráfego (CET-Rio) implantaram fechamentos também nos acessos à ponte pela Avenida Brasil e pelo Viaduto do Gasômetro.Agentes da Polícia Rodoviária Federal (PRF), da Polícia Militar, do Batalhão de Operações Policiais Especiais (Bope) e do Corpo de Bombeiros cercaram o veículo que está parado na altura do Vão Central. Viaturas dos bombeiros chegaram ao local por volta da 7h10.O homem, que se identificou como policial militar para entrar no ônibus, não fez nenhuma demanda específica para liberar os reféns.O governador do Rio de Janeiro, Wilson Witzel (PSC), disse, em sua conta no Twitter, que acompanha desde cedo o sequestro do ônibus e está em contato direto com o comando da Polícia Militar. Para Witzel, "a prioridade é a proteção dos reféns".Em entrevista ao Bom Dia Rio, a mulher de um dos reféns contou que o marido lhe avisou do sequestro. "Sempre roubam carteira e celular, mas esse tipo de coisa nunca aconteceu", destacou Eliziane Terra."Ele saiu para trabalhar 4h30. Quando foi por volta de 5h26 ele me mandou uma mensagem dizendo que o ônibus estava sendo sequestrado: 'Estamos indo para a ponte'. A princípio eu pensei que era um assalto. Eu levantei, acordei o meu filho e disse: 'Seu pai está sendo assaltado'", revelou.A linha de ônibus 2520D da Viação Galo Branco saiu do Jardim Alcântara, em São Gonçalo, em direção a Estácio, na região central do Rio.No Facebook, o Centro pediu para que os passageiros que chegam de Niterói utilizem o serviço de barcas para fazer a travessia.Cerca de 150 mil veículos passam por dia pela Ponte Rio-Niterói. Nos horários de pico, cerca de 8 mil carros passam por hora pela ponte. Fonte:Bem Paraná.

Cursos especiais preparam bombeiros do Paraná para situações extremas

Uma busca que exige mergulhos em locais profundos, salvamento em áreas remotas ou em montanhas, resgate a pessoas soterradas. Estes são alguns exemplos de situações extremas que exigem uma atuação especializada do Corpo de Bombeiros. No Paraná, os profissionais passam por treinamentos especiais que os preparam para agir de forma rápida e eficiente sempre que precisam atender situações complexas, muito além do combate a incêndios.Foi o que aconteceu no início do ano, quando uma equipe do Corpo de Bombeiros do Paraná foi destacada para ajudar nas buscas de vítimas da tragédia de Brumadinho, em Minas Gerais. Além de peritos e profissionais da Defesa Civil, a equipe também contou militares com formação no curso de Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas (BREC).Este é um exemplo de formação específica dos bombeiros paranaenses. A capitã Rafaela Diotalevi, chefe da comunicação social da corporação, explica que as instruções de nivelamento são constantes e feitas por toda a tropa para aperfeiçoar o atendimento do dia a dia.“Já os cursos especiais são oferecidos esporadicamente e abertos para participação de bombeiros de todo o Estado, que passam por um concurso interno para fazer a formação”, explica Rafaela. De acordo com ela, a especialização também é critério para avanço na carreira.DEDICAÇÃO EXCLUSIVA - Cada curso desses exige estrutura específica, ambientes variados e dedicação exclusiva do bombeiro durante o período de formação, que podem durar de duas semanas até quatro meses ininterruptos. Além do BREC, o Corpo de Bombeiros do Paraná já ofereceu especializações de Mergulhador Autônomo; Socorro em Regiões de Montanha e Áreas Remotas; e de Negociador, e estuda oferecer também uma especialização para Operações com Cães.O major Daniel Lorenzetto, comandante do Grupo de Operações de Socorro Tático do Corpo de Bombeiros (GOST) e um dos instrutores dos cursos, explica que todas as ocorrências dos Bombeiros demandam algum tipo de especialização. “A gente atua em ambientes de difícil acesso, com riscos elevados para o operador. Por isso é importante capacitar o efetivo para que ele não entre em uma situação para a qual não tenha um conhecimento prévio, para que ele não se torne mais uma vítima ou não seja eficiente no salvamento”, afirma.ESCOLA - Para ampliar ainda mais as qualificações, a Corporação está construindo uma Escola de Bombeiros, localizada na Academia Policial Militar do Guatupê, em São José dos Pinhais, na Região Metropolitana Curitiba. O local terá estruturas adequadas para abrigar as diferentes formações oferecidas pelo Corpo de Bombeiros. Enquanto isso, os cursos especiais continuam preparando os profissionais para atuar quando necessário.Confira os cursos e as situações em que podem ser aplicados.MERGULHADOR AUTÔNOMO - Uma prova de crime que é jogada em um lago profundo ou um acidente com vítimas em uma represa. O curso de Mergulhador Autônomo capacita os profissionais a fazerem operações de busca aquática, principalmente em locais de grande profundidade.O Corpo de Bombeiros já formou cinco turmas de operadores nesta modalidade, com duração de cerca de dois meses. Por ser uma atividade de alto risco e difícil de ser operacionalizada, esse tipo de operação exige um nível profissional bem elevado. O militar precisa se adaptar ao meio líquido e ter boa capacidade fisiológica, sendo que todo o conhecimento é necessário para atuar de forma segura e o mais rápido possível.O treinamento é feito em diferentes fases e ambientes e percorre todas as regiões do Paraná. Os alunos também são enviados para o litoral de São Paulo e do Rio de Janeiro para simulações em navios naufragados, incluindo o que pertence ao Grupamento de Mergulhadores de Combate da Marinha Brasileira.EM AÇÃO – Formado no curso, o capitão Murillo Rotondo foi um dos bombeiros destacados para atender a uma ocorrência na represa do Capivari, em Campina Grande do Sul. Em 2014, um barco com seis pessoas afundou no lago de madrugada.“Nossa primeira intervenção foi traçar ações efetivas e seguras de trabalho. Logo no início da manhã, três vítimas foram localizadas com vida”, conta. “A partir daí, o objetivo foi localizar a posição exata onde a embarcação afundou, para então realizarmos a técnica de busca circular, um dos procedimentos da busca aquática”, explica.De acordo com ele, as buscas permaneceram por mais quatro dias. “No final da tarde do quarto dia, conseguimos encontrar o último corpo em uma profundidade de 26 metros. É uma situação bem complexa e de alto risco devido as condições do local como profundidade e a falta de visibilidade. Por isso, as técnicas de mergulho são essenciais para ocorrências deste tipo”, afirma o capitão.BUSCA E RESGATE EM ESTRUTURAS COLAPSADAS - Na edição de julho da revista National Geographic, as fotos de uma reportagem sobre o desastre de Brumadinho mostram os bombeiros paranaenses que apoiaram as equipes mineiras nas buscas por vítimas. A situação exigiu bastante dos profissionais, que foram preparados no curso de Busca e Resgate em Estruturas Colapsadas, a mais recente oferecida pela corporação.O objetivo do treinamento é preparar os bombeiros para operações de busca e resgate em desmoronamentos e deslizamentos, onde procuram por vítimas superficiais, parcialmente soterradas ou soterradas. Com o auxílio de cães, equipamentos e maquinários, os bombeiros são preparados para tirar os entulhos e fazer a remoção da vítima da maneira mais segura possível, com o cuidado de também garantir a segurança da equipe.“Quando há o colapso em algum prédio com pessoas dentro, procuramos pelos espaços vitais isolados entre os escombros para identificar se tem alguma pessoa nessa área. Remover os escombros com uma retroescavadeira seria mais fácil, mas o risco de tudo cair nessa vítima é muito grande”, explica o major Daniel.Além do acesso, é feito também um escoramento com madeira, que exigem conhecimentos sobre cortes, cálculo da posição e o peso que o escoramento aguenta. Também são construídas as chamadas células de vida. Caso dê um problema, como um segundo colapso, os profissionais correm até este local para se proteger.Todo o trabalho de remoção é feito manualmente, com marteletes e ferramentas pneumáticas para quebrar as paredes e lages até chegar no acesso, o escoramento que dá segurança à equipe e evita novos desmoronamentos, o isolamento do local e a retirada da pessoa.“Às vezes demora dias, mas é a única maneira de resgatar a vítima sem causar um dano maior. Não se sabe se ela está viva ou morta, qual é a condição lá. É um trabalho difícil, desgastante, mas que precisa ser manual”, explica o bombeiro.Estruturas reais são usadas no treinamento. Para isso, a equipe de instrução entra em contato com empresas demolidoras para encontrar prédios que serão demolidos e preparam o ambiente. Os instrutores colocam bonecos nas construções e usam máquinas para demolir e simular os escombros. Os alunos precisam então preparar todos os acessos para trabalhar em um ambiente real. Depois do treinamento, a empresa dá continuidade à demolição e retirada dos entulhos.SOCORRO EM REGIÕES DE MONTANHA E ÁREAS REMOTAS - A Serra do Mar paranaense é um dos lugares preferidos para a prática de montanhismo no Estado. Mas a aventura pode se tornar perigosa caso o montanhista se perca ou fique ferido durante a escalada. Foi pensando nisso que o Corpo de Bombeiros formatou o curso de Socorro em Regiões de Montanha e Áreas Remotas, que já teve seis edições.A formação habilita o profissional para fazer a busca e o socorro em meio a montanhas, prática que difere de um salvamento vertical em ambiente urbano (em tentativas de suicídios, por exemplo). Inclui técnicas de escalada, rapel, carregamento de maca, operação com cães, aeronaves e equipamentos específicos.A busca e salvamento nessas situações exigem dos bombeiros bom preparo físico, por causa do terreno e pelo peso dos materiais, boa escalada e que estejam bem psicologicamente para aguentar ficar nesse ambiente por vários dias até completar a missão. Em alguns casos, as buscas envolvem cães e aeronaves. Em outros, o cuidado maior é com a retirada de uma pessoa ferida.17 DIAS – A sargento Danila Falcão lembra de uma busca feita pela corporação de uma pessoa que se perdeu na Serra do Mar. “As equipes se revezaram por 17 dias, fazendo um completa varredura na Serra do Mar. Foram necessário planejamentos técnicos e táticos para que nenhum local ficasse sem ser vistoriado. Sabíamos que a cada dia as condições fisiológicas da vítima ficavam mais comprometidas”, conta. “Era uma ocorrência muito complexa. O constante treinamento e especializações das equipes auxiliaram no êxito da operação e, após 17 dias, a vítima foi resgatada com vida”, completa.NEGOCIADOR - Diferentemente das outras formações, que exigem grande preparo físico do profissional, o curso de Negociador foca principalmente na questão psicológica. Para participar da formação, o bombeiro passa por um exame psicográfico que atesta se ele está habilitado para a função. O papel do negociador é atuar em crise com suicidas desarmados.“Nestes casos, o profissional negocia até a exaustão para tentar convencer efetivamente aquela pessoa a desistir dessa ação”, explica o major Daniel Lorenzetto. “Isso é o mais seguro para todo mundo, pois uma ação tática, de tentar tirá-la à força, pode virar um problema maior, colocando a vítima e o profissional em risco. É para essa situação que o curso prepara”, completa o bombeiro.

Caminhoneiro de Apucarana sofre acidente, em São Paulo


Um motorista de Apucarana ficou ferido após acidente na noite de segunda-feira (19), na altura do trevo de acesso a Taciba, no Estado de São Paulo.O caminhoneiro seguia para Presidente Prudente, interior de SP, buscar uma carga de abacates, quando o acidente aconteceu, por volta das 19 horas. Segundo relato do motorista, ele seguia em trecho de subida quando acabou colidindo contra a traseira de outro caminhão que estava com os faróis traseiros apagados e transportava uma carga de milho. O apucaranense chegou a ficar preso entre as ferragens, contudo, apesar dos danos ao veículo, ele teve apenas ferimentos leves. O motorista do outro veículo saiu ileso. Fonte: TNOline


Comissão desabilita VAL e Apucarana deverá ter nova licitação para transporte coletivo


Reunida na segunda-feira (19) no final do dia, a comissão de licitação do transporte coletivo da Prefeitura de Apucarana, desabilitou do processo a empresa vencedora da licitação, Viação Apucarana Ltda (VAL). Segundo o procurador-geral da prefeitura Paulo Sérgio Vital, a empresa descumpriu dois itens do processo, entre os quais a não apresentação da relação de funcionários e funções. Como a empresa estava sozinha no processo de licitação, um outro será aberto pela prefeitura, podendo participar outras empresas, inclusive a própria VAL. Fonte: TNOline.


Propriedade rural é devastada por incêndio, em São Pedro do Ivaí


Uma propriedade rural teve 70% da pastagem destruída após ser atingida por um incêndio, por volta das 12 horas de segunda-feira (19), em São Pedro do Ivaí. O sítio fica está localizado na Estrada Velha para Jandaia do Sul.Segundo a Polícia Militar (PM), o proprietário entrou em contato com a equipe relatando que a área estava em chamas e que 25 alqueires haviam sido queimados pelo fogo. Ele foi avisado por um funcionário que tentou conter as chamas com equipamentos de água, contudo, não conseguiu evitar os danos.A suspeita é que o incêndio seja criminoso, pois testemunhas informaram que antes do fogo começar, avistaram um homem no local que fugiu em uma moto. O caso deve ser investigado pela Polícia Civil. Incêndio ambiental é crime previsto no artigo 54 da Lei do Meio Ambiente (Lei Federal 9605, de 12/2/98).


“Terra Forte” inicia entrega de 400 toneladas de calcário em Apucarana

Prefeitura de Apucarana, por meio da Secretaria Municipal de Agricultura iniciou nesta segunda-feira (19) a distribuição de 400 toneladas de calcário e 50 toneladas de fosfato. Os insumos estão disponíveis para a retirada no pátio do IBC da Vila Nova. O transporte é por conta dos pequenos produtores cadastrados no Programa Terra Forte.De acordo com o secretário municipal de Agricultura, José Luiz Porto, desde 2014 a entrega de calcário e fosfato é feita regularmente, como forma de contribuir com a agricultura familiar na correção de acidez, incremento da fertilidade do solo e aumento da produtividade. “Estamos atendendo produtores cadastrados no Programa Terra Forte, lembrando que a ação prioriza os agricultores familiares que possuem propriedades de até quatro módulos fiscais, ou seja, menos de 25 alqueires”, explica Porto.O secretário afirma que os produtores que assinaram o contrato e que estão  com a requisição em mãos já podem ir até o pátio de máquinas para  fazer a retirada. “Quem ainda não assinou o contrato deve antes procurar a Secretaria Municipal da Agricultura, localizada na Rua Lapa, ao lado da Prefeitura”, orienta Porto.O prefeito Junior da Femac frisa que a distribuição de insumos é uma das diversas ações que são desenvolvidas pela Secretaria de Agricultura, pasta que até 2013 não existia e foi criada no início da gestão Beto Preto. “Estamos apoiando os produtores, especialmente a agricultura familiar, aplicando neste setor recursos do caixa próprio da Prefeitura”, destaca o prefeito, acrescentando que o Terra Forte incentiva a diversificação das propriedades com o desenvolvimento da fruticultura, garantindo também maior rentabilidade.O Município investe na compra do calcário e do fosfato que, num primeiro momento, é repassado gratuitamente aos produtores, sendo posteriormente pago através do sistema de equivalência-produto. “Os produtores irão quitar os insumos com frutas que serão destinadas à alimentação escolar na rede municipal de ensino e também para entidades assistenciais”, pontua Junior da Femac.Até agora, o Programa terra Forte já entregou 150 toneladas de frutas nas escolas e creches da rede municipal, contribuindo para enriquecer a merecendo a escolar. Atualmente, 230 produtores participam do programa, que já introduziu dez tipos de frutas na merenda: banana, manga, figo, uva, abacate, caqui, maracujá, morango, atemóia e goiaba. Para este ano está previsto o início do cultivo de tangerina e limão Taiti.O produto rural Mauro Machado retirou nesta segunda feira um lote de calcário e fosfato para aplicar no solo de sua propriedade. “O programa ajuda muito os pequenos produtores rurais. Recebemos os insumos agora e iremos pagar somente no futuro com frutas. Sai mais em conta, reduzindo cerca de 40% o custo”, avalia Machado.

IVAIPORÃ - Prefeitura realiza 4ª Hora do Mamaço e incentiva aleitamento materno

Na segunda-feira, dia 19 de agosto, a Prefeitura de Ivaiporã promoveu a 4ª Hora do Mamaço, por meio do Departamento Municipal de Saúde, no Centro Cultural da Melhor Idade, com o objetivo de comemorar a Semana de Incentivo ao Aleitamento Materno abordando lema: “Empoderar Mães e Pais para Facilitar a Amamentação”. A abertura foi feita pelo diretor do Departamento Municipal de Saúde, Claudeney Martins; coordenadora municipal de Atenção Primária em Saúde, Janaína Barbosa; coordenadora do Departamento Municipal de Assistência Social, Ione Muchiuti; e pela chefe da 22ª Regional de Saúde, Eleane Rother. Claudeney Martins deu as boas-vindas às mães, em nome do prefeito Miguel Amaral, e citou os benefícios da amamentação para a saúde dos bebês, “porque protege contra doenças – especialmente infecções respiratórias e alergias, e previne as mamães contra o câncer de mamã”. No final, as mamães receberam lanche e uma lembrança confeccionada manualmente pela equipe do Departamento Municipal de Assistência Social, enquanto a fotógrafa Denise Montoro registrou a Hora Mamaço no Parque Ambiental Jardim Botânico.

Polícia Civil de Ivaiporã prende autor de homicídio na Vila Santa Maria

O delegado Aldair da Silva Oliveira, da 54ª Delegacia Regional da Polícia Civil de Ivaiporã (54ª DRP) confirmou ontem (19), a prisão de Rafael da Silva Oliveira, 18 anos, autor do homicídio de Júlio Cesar Paiva, 38 anos. O crime ocorreu na madrugada do Dia dos Pais. A vítima foi encontrada morta com várias facadas, em uma rua que faz fundo ao Pronto Atendimento Municipal (PAM), na Vila Santa Maria.Conforme o delegado Aldair, um dia após o crime, ao tomar conhecimento das investigações Rafael se apresentou na delegacia acompanhado de um advogado, e confessou a autoria do crime, alegando legitima defesa. Na época, como ele havia se apresentado espontaneamente, foi ouvido e liberado. “Eu pedi a prisão temporária que serve para alicerçar a investigação. Quando expirar o prazo da temporária, é quase certo que seja convertida em preventiva”, relata o delegado.

Revista do Tecpar comemora contribuição para o avanço da ciência

A revista científica editada pelo Instituto de Tecnologia do Paraná (Tecpar) está completando 73 anos de veiculação ininterrupta. Desde 1946, a publicação intitulada Brazilian Archives of Biology and Technology ? BABT (Arquivos Brasileiros de Biologia e Tecnologia) divulga artigos originais de pesquisa e revisões, contribuindo para o avanço da ciência, tecnologia e inovação ? nacional e internacionalmente. Segundo o diretor-presidente do Tecpar, Jorge Callado, a publicação é considerada uma das revistas de maior expressão e relevância no cenário nacional, com reconhecida credibilidade na comunidade científica. "O Tecpar tem a vocação histórica de ser referência nacional na produção de conhecimento, incentivando e valorizando a produção científica. Como o trabalho de pesquisa só tem validade se puder ser compartilhado, editamos este periódico paranaense, que contribui para a disseminação dos avanços científicos", afirma o diretor-presidente. SELEÇÃO - Atualmente publicada em formato online, a publicação recebe em torno de 800 artigos por ano, dos quais são publicados cerca de 15%. São pesquisadores de todas as partes do mundo interessados em divulgar a produção científica em áreas como agricultura, biotecnologia, ciências biológicas, ciências ambientais, saúde humana e animal, ciência e tecnologia de alimentos, entre outras. Os artigos recebidos são selecionados e avaliados pelo conselho editorial da revista, liderado pelo professor da Universidade Estadual de Ponta Grossa (UEPG), Paulo Vítor Farago. Na função de editor-chefe, Farago é responsável por receber os artigos e avaliar se os mesmos têm ou não mérito científico. "Se o texto for aprovado, envio para os editores associados, que vão encaminhar para os revisores. Depois desta análise, o artigo volta para mim, para definir se será aceito, negado, ou se ainda precisará de correções", detalha o professor, que é graduado em Farmácia, mestre em Ciências Biológicas e doutor em Química. O Conselho Editorial conta com representantes da Universidade Tecnológica do Paraná (UTFPR), das universidades federais do Paraná (UFPR), de Santa Catarina (UFSC) e da Grande Dourados (UFGD-MS); das universidades estaduais de Ponta Grossa (UEPG), do Centro-Oeste (Unicentro) e de Campinas (Unicamp-SP), além da Universidade Positivo (UP) e do Departamento de Agricultura dos Estados Unidos (US Department of Agriculture). Também, recebe contribuições editoriais de pesquisadores da França, Itália, Canadá, México, Grécia, entre outros. "Trabalhos nas áreas de tecnologia ou de biologia desenvolvidos no Brasil são divulgados para todo o mundo em função da visibilidade que esta revista apresenta. É um motivo de orgulho para o Tecpar e para o Paraná ter o BABT", afirma Farago. REFERÊNCIA - De acordo com o gerente da Divisão de Informação e Vigilância Tecnológica do Tecpar, Rogério Moreira de Oliveira, o periódico BABT é uma das poucas revistas brasileiras que têm fator de impacto pelo Journal of Citation Report (JCR) da Clarivate Analytics, com visibilidade internacional. O JCR tem um banco de dados que auxilia pesquisadores, editores e outros profissionais a selecionar os periódicos mais expressivos em determinadas áreas do conhecimento. Para isso utiliza a métrica chamada Fator de Impacto (Impact Factor). "O Fator de Impacto identifica a frequência média com que um artigo de um periódico é citado em determinado período, o que acaba sendo o principal indicador de qualidade de uma revista. Ou seja, quando a citação de artigos publicados em uma revista aumenta, seu fator também aumenta", explica Oliveira. De 2017 para 2018, a revista BABT teve seu Fator de Impacto elavado de 0,676 para 0,758 no ranking das revistas científicas internacionais da Clarivate Analytics. "Isso demonstra que a qualidade dos artigos publicados tem aumentado, fazendo com que sejam cada vez mais citados, o que se deve também ao grande esforço de toda equipe editorial da revista", diz o gerente do Tecpar. HISTÓRIA - Em 1946, o professor doutor Marcos Augusto Enrietti idealizou a criação de uma publicação para divulgar os avanços científicos e tecnológicos realizados pelo grupo de pesquisadores do Instituto de Pesquisas Tecnológicas e Biologia. A iniciativa deu origem à revista Arquivos de Biologia e Tecnologia. Enrietti já havia fundado, em 1940, o Laboratório de Análises e Pesquisas do Departamento de Agricultura (LAP), instituição precursora do Tecpar. A partir de 1999, a revista passou a se chamar Brazilian Archives of Biology and Technology (BABT), iniciando a publicação de trabalhos em língua inglesa, contribuindo para a disseminação de conhecimento entre a comunidade científica nacional e internacional. Atualmente, o a revista é apoiado por diversas instituições ligadas à produção científica, entre elas o Conselho Nacional de Desenvolvimento Científico e Tecnológico (CNPq), a Coordenação de Aperfeiçoamento de Pessoal de Nível Superior (Capes), o Programa de Apoio a Publicações Científicas do Ministério da Ciência e Tecnologia, o Ministério da Educação, além da Superintendência Geral de Ciência, Tecnologia e Ensino Superior do Paraná.

IVAIPORÃ - Prefeitura implanta cartão Vale-Alimentação para mais 181 servidores

Além dos 379 servidores públicos da Secretaria Municipal de Educação de Ivaiporã que recebem cartão Vale-Alimentação, na semana passada, mais 181 funcionários dos 552 que recebiam cesta básica, optaram pelo cartão Vale-Alimentação. Agora, 560 servidores públicos passam a usufruir dos benefícios nos mercados e panificadoras da cidade. A iniciativa do cartão Vale-Alimentação para mais 181 servidores que antes recebiam cesta básica foi do controlador interno da Prefeitura, Renan Bittencourt, com anuência do prefeito Miguel Amaral, que entende trata-se de uma injeção de mais recursos, que ultrapassam R$780 mil por ano no comércio da cidade. Miguel Amaral acredita que se trata de mais um benefício para os funcionários públicos e um incentivo ao consumo no comércio, o que fortalece a economia. “O servidor que anteriormente recebia cesta básica, que para uma família de porte médio tinha um excesso de alimento em casa, preferiu receber o cartão Vale-Alimentação. Dessa forma, pode comprar o que deseja e da marca que preferir, usando o limite destinado mensalmente – com exceção para consumo de bebida alcoólica e cigarro”, explicou Renan Bittencourt. O controlador interno da Prefeitura informou que o servidor tem acesso ao site da empresa de cartões, bem como ao aplicativo para smartfone que facilita a consulta do saldo – além de permitir trocar dados pessoais, bloquear o cartão em situação de extravio ou solicitar 2ª via.

FALECIMENTO de Maria Tereza Toledo de Borrazópolis


Faleceu nesta segunda-feira, dia 19 de agosto de 2019 em Apucarana, a Senhora Maria Tereza Toledo, mãe do conhecido Marcelo que trabalha vendendo sorvetes em Borrazópolis. VELÓRIO E SEPULTAMENTO - A família decidiu transladar o corpo para Borrazópolis, onde o velório ocorre na Capela Mortuária e seu  sepultamento, esta previsto para às 16 horas, de terça-feira, 20, para o Cemitério Municipal. O Repórter do Vale deseja aos familiares e amigos, os mais sinceros pêsames.

Ladrão invade escola em Londrina, faz comida e deixa bilhete pedindo perdão: 'Só comi e fui embora'

Um ladrão invadiu uma escola, fez comida e deixou um bilhete pedindo perdão. O caso ocorreu neste fim de semana na Escola Municipal Maestro Andrea Nuzzi, em Londrina, no norte do Paraná, mas só foi descoberto nesta segunda-feira (19). De acordo com a diretoria da escola, o invasor entrou na cozinha, comeu dois pacotes de macarrão instantâneo, ovos e tomates.Antes de sair, ele levou seis quilos de carne e um pedaço de queijo, que estavam na geladeira, além dos sapatos de uma das cozinheiras.Segundo a diretoria, o ladrão entrou pela porta dos fundos - que ficou danificada e, por isso, a ação não foi filmada, já que a câmera de segurança está instalada apenas na parte da frente da escola.A Secretaria de Educação afirmou que vai instalar uma cerca elétrica na unidade.Até a publicação desta reportagem, o suspeito não havia sido localizado. Fonte: G1.

Encontro Nacional de Graffiti proporciona painel de arte para Apucarana

O sucesso do 3º Encontro Nacional de Graffiti, realizado em Apucarana neste final de semana, pode ser avaliado por quem transita a margem do muro do Colégio Estadual Nilo Cairo, na Rua Osvaldo Cruz. Os 51 artistas de sete estados brasileiros e do Chile expressaram sua arte nos três dias do evento, prestigiado por cerca de 2 mil pessoas acompanharam de perto da realização do trabalho.“O encontro foi uma realização da Prefeitura de Apucarana e a atuação dos artistas atraiu um grande público, incluindo famílias com crianças”, destaca a secretária da Promoção Artística, Cultural e Turística de Apucarana (Promatur), Maria Agar.Segundo o prefeito Junior da Femac, a prefeitura cumpriu com sucesso o objetivo de proporcionar mais um atrativo cultural à população, através do Encontro Nacional de Graffiti. “Apucarana ganhou um grande painel produzido por artistas nacionais e internacionais que se torna uma atração para todos na cidade”, diz o prefeito.Além do trabalho dos artistas no muro do colégio, a programação do evento incluiu uma oficina de graffiti para alunos da rede pública de ensino, batalha de dança no estilo break e apresentações de artes circences.A expressão da arte denominada wall of street (muro da rua) reuniu artistas Paraná, Rio Grande do Sul, Santa Catarina, São Paulo, Rio de Janeiro, Minas Gerais, Amazonas e também do Chile. O evento teve a coordenação do artista Marcio de Souza Luchtenberg (Zion).


Apucarana recebe Circuito de Negócio Agro do Banco do Brasil

Reunindo produtores rurais de toda a região, Apucarana recebeu hoje o Circuito de Negócio Agro 2019 do Banco do Brasil, na Praça Rui Barbosa. A iniciativa promove encontros com produtores rurais, assistências técnicas, gerentes de relacionamento, agentes de crédito rural, revendas, associações e demais parceiros, para divulgar os produtos e serviços do BB, bem como palestras técnicas.O Circuito de Negócio Agro do BB passou a disponibilizar neste ano uma carreta que funciona como uma agência móvel para contratação de operações de investimentos em maquinários e equipamentos.O Circuito de Negócio Agro 2019 está sendo levado a 60 municípios do país. “No Paraná foram selecionadas cinco cidades das principais regiões produtivas do estado e entre elas está Apucarana, ao lado de Castro, Campo Mourão, Toledo e Pato Branco”, informa Vilmar Pedrali, gerente de negócios agro da superintendência do Banco do Brasil no Paraná.O prefeito Junior da Femac destacou a identidade do agronegócio de Apucarana. “Por isso a importância desse evento que acontece aqui, em uma cidade em que o agronegócio é uma grande prioridade”, disse Junior da Femac na abertura das atividades do circuito na manhã de hoje.“Temos aqui o Programa Terra Forte, com 230 produtores inscritos, abrangendo os projetos de fruticultura e de fertilidade do solo. Procuramos ser parceiros do produtor em muitas outras situações como a da plantadeira de café adquirida pelo Município e repassado em comodato para a Associação dos Cafeicultores do Distrito do Pirapó. Outras negociações estão se concretizando em breve para facilitar o trabalho do nosso homem do campo”, relacionou Junior.

Saúde de Apucarana convoca e capacita 10 novos agentes de endemias


Dez Agentes de Combate de Endemias (ACE), aprovados no concurso de 2018 e convocados no mês passado pela Autarquia Municipal de Saúde de Apucarana, começaram hoje (19) três dias de capacitação ministrada pela Secretaria de Estado da Saúde, através da 16ª Regional de Saúde (16ª RS).“A convocação destes profissionais é mais um reforço no trabalho de combate a endemias em nossa cidade, em especial da dengue. Essa capacitação possibilita a cada um deles, desempenhar um trabalho ainda mais abrangente, como foco também na conscientização da população, no que cada morador pode contribuir no processo de prevenção das endemias”, disse Junior da Femac, ao falar na abertura do curso, na sala de reunião da 16ª RS.Junior da Femac destacou a parceria da 16ª RS com a prefeitura, mais uma vez firmada pela oferta da capacitação dos agentes de endemias. “É importante à realização do curso aqui na regional de saúde, mostrando a regionalização do trabalho que necessita ser feito”, afirmou Junior, lembrando que Apucarana registrou muitos casos de dengue no último ciclo da doença, entre agosto 2018 e julho de 2019, mas que é preciso uma ação abrangente deste já, por parte do poder público e população, para que a doença fique sobre controle.O chefe da Divisão de Vigilância em Saúde da 16ª RS, Marcos Costa, explica que a capacitação dos novos agente de endemias inclui temas como atribuições dos agentes de combate de endemias; operações de campo; levantamento de índices; preenchimento de boletins; biologia do mosquito Aedes aegypti; doenças transmitidas pelos vetores como o mosquito da dengue, aranhas, escorpião, entre outros; e diretrizes do Programa Nacional da Dengue.


Rapaz e adolescente são detidos com mais de 300 pedras de crack pela PM de Arapongas


Um rapaz e uma menor de idade foram detidos pelo Serviço Reservado (P2) da Polícia Militar na noite desta segunda-feira (19) em Arapongas. Na ocorrência foram apreendidas 301 pedras de crack, além de uma grande quantia em dinheiro.A dupla foi abordada em uma motocicleta chegando em uma residência, na Rua Socó Mirim no Conjunto Flamingos. O rapaz antes de ser abordado arremessou uma embalagem com drogas na tentativa de se livrar do entorpecente. Os policiais encontraram a sacola, que continha 340 gramas de maconha.No baú da motocicleta Honda Biz foi encontrada uma balança de precisão. Na residência onde menor de idade residia os Pm’s apreenderam 301 pedras de crack e R$ 2.159,00.A dupla recebeu voz de prisão e apreensão pelo crime de tráfico de drogas e foi encaminhada para a delegacia de Arapongas. Fonte: Fato Atual


Homem que estava desaparecido em Aricanduva é encontrado, preso em Cambé


Um homem de 49 anos que foi dado como desaparecido desde o dia 16 pela própria família foi encontrado no início da tarde desta segunda-feira (19). O homem foi preso no último sábado (17) na cidade de Cambé.A filha do preso chegou a fazer um boletim de ocorrência na delegacia de Arapongas, relatando que o pai havia desaparecido. No registro a filha relatou que o pai havia saído de casa na noite do dia 16 e não havia retornado. Ainda segundo o boletim de ocorrência, o homem possui deficiência motora e utiliza uma motocicleta Honda Biz adaptada para se locomover.O homem identificado como Geovane foi preso pela Polícia Militar na Estrada do Bule em Cambé, junto com outro rapaz. Com eles os policiais apreenderam duas espingardas calibre .22, cinco munições do mesmo calibre, um facão e duas aves da fauna brasileira abatidas.De acordo com a Polícia Militar, o detido tem passagem já tem passagem por porte ilegal de arma de fogo e caça ilegal. O homem encontra-se detido na cidade de Cambé. Fonte: Fato Atual


Carro pega fogo em Arapuã

Um carro pegou fogo no final da manhã de segunda-feira 19/08, em Arapuã. A Polícia Militar foi chamada para atender a ocorrência juntamente com os Bombeiros. O incêndio aconteceu na Estrada da Palmeirinha. Ao chegar ao local, à equipe dos Bombeiros já havia controlado o fogo e não havia mais risco de incêndio. Foi acionado o auto socorro e guinchado o veiculo Fiat Uno. As causas serão apuradas. Ninguém ficou ferido.

Duas pessoas sofrem ferimentos após carro bater em um poste em Rio Branco do Ivaí

A Polícia Militar de Rio Branco do Ivaí, foi chamada por volta das 22h30 deste domingo 18/08, para atender um acidente na Avenida Monte Alegre. Um carro teria batido num poste. Quando a PM chegou no local, foram identificadas quatro vitimas, quatro homens, com lesões, as pessoas foram encaminhadas ao hospital municipal de Grandes Rios. Foi feito contato com a COPEL informado dano causado no poste, e feito contato com guincho de Faxinal para remoção do veiculo Santana que também ficou danificado.

IVAIPORÃ - Prefeitura e Sesi oferecem exames preventivos de mama, colo do útero, próstata e pele


A Prefeitura de Ivaiporã e o Serviço Social da Indústria (Sesi) disponibilizam mais exames preventivos por meio do programa Cuide-se + na unidade móvel com consultório que encontra-se estacionada na Praça Manoel Teodoro da Rocha. Segundo a técnica do Sesi de Marigá, Michele Fernanda da Cunha, diariamente são disponibilizados 80 exames de PSA, 40 exames de pele, 40 exames de mamografia e 45 exames de Papanicolau. O atendimento é feito das 08h00 às 11h30 e das 13h00 às 16h30 e encerra na quinta-feira, dia 22 de agosto. O prefeito Miguel Amaral explicou que esta é a terceira vez que a Prefeitura e o Sesi estabelecem parceria visando atender a população com exames de PSA (após 40 anos), exames de pele, mamografia (após 40 anos) e Papanicolau. “O objetivo é incentivar a população de Ivaiporã a realizar exames gratuitos para prevenir o câncer de mama, colo do útero, próstata e pele”, reforçou o diretor do Departamento Municipal de Saúde, Claudeney Martins. A parceria entre Prefeitura de Ivaiporã e o Sesi na realização de exames foi estabelecida em 2017, 2018 e 2019.

Homem é preso após furtar cachaça e feijão em mercado de Ivaiporã

Funcionários de um mercado, localizado na Avenida Brasil, no centro de Ivaiporã, chamaram a Polícia Militar na tarde desta segunda-feira 19/08, para prender um homem que estava furtando mercadorias. O trabalhador contou que flagrou o suspeito furttando do supermercado um litro de cachaça e uma caixa de 340g de feijão carioca, avaliados em aproximadamente quinze reais. Quando está equipe policial chegou ao local o suspeito era contido por funcionários. Diante os fatos as partes foram encaminhadas até a 54º drp para as providencias cabíveis.

Homem é detido por desobediência em Ivaiporã

A Polícia Militar de Ivaiporã informou que realizava patrulhamento pela Rua Visconde do Rio Branco, quando a equipe flagrou um homem, já conhecido no meio policial pelo crime de tráfico de drogas. Segundo a PM, ao dar voz de abordagem, o suspeito empreendeu fuga pulando os muros. A equipe foi informada por populares que o homem havia entrado no salão da terceira idade próximo ao lago do SESC. Ao ser entrado no local, o mesmo foi localizado e abordado. Em busca pessoal nada de ilícito foi localizado, e em consulta a documentação do mesmo, se encontra em situação livre. Diante dos fatos foi perguntado onde o mesmo morava. O homem informou que vive com seu sogro, nas "casas amarelas", de acordo com a PM, residência alvo de várias denuncias de trafico de drogas, sendo assim, foi deslocado até o local e feito contato com o proprietário da casa, seu sogro, que autorizou as buscas domiciliar, e  nada de ilícito foi encontrado. O suspeito foi detido encaminhado para 6º CIPM para lavratura de TCIP pela desobediência.