PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

quinta-feira, 2 de agosto de 2018

Polícia indicia por feminicídio marido de advogada que caiu do 4º andar de prédio em Guarapuava

Tatiane Spitzner, de 29 anos, morreu no domingo (22); Luis Felipe Mainvailer está preso. Defesa da família anexa mensagens de celular: 'Ódio mortal de mim'.
Conforme o portal G1, a Polícia Civil indiciou no fim da tarde desta terça-feira (31) por feminicídio Luis Felipe Manvailer, de 32 anos, marido da advogada Tatiane Spitzner, de 29 anos, que caiu do 4º andar do prédio em que morava em Guarapuava, na região central do Paraná, no domingo (22). De acordo com o delegado Bruno Miranda Maciozeki, o indiciamento foi por homicídio qualificado, motivo torpe, uso de meio cruel que impossibilitou a defesa da vítima e condição do sexo feminino. "[Ele] retirou o corpo do local e apagou as manchas e marcas de sangue existentes no hall do edifício com evidente intuito de induzir ao erro os peritos e o juiz", afirma o delegado. O marido nega as acusações. Ele foi preso no mesmo dia da morte da mulher após sofrer um acidente na BR-277, em São Miguel do Iguaçu, a 340 quilômetros de Guarapuava. Agora, o Ministério Público do Paraná (MP-PR) vai analisar se oferece denúncia à Justiça. Segundo o delegado, Manvailer também foi indiciado pelo furto do carro da vítima por ter utilizado para viajar sentido fronteira com o Paraguai. LEIA MAIS.

Nenhum comentário: