PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

terça-feira, 14 de agosto de 2018

Durante evento na Faep, Ratinho Junior anuncia Colégio Agrícola 4.0

Durante o “Encontro de Lideranças Sindicais”, promovido pela Federação da Agricultura do Estado do Paraná (Faep) na segunda-feira (13), o deputado estadual Ratinho Júnior(PSD), candidato ao Governo do Paraná, afirmou que pretende transformar a Chácara do Canguiri, residencial oficial de lazer do Governo do Paraná, em um colégio agrícola baseado no conhecimento da produção digital, a chamada Agricultura 4.0. “Nosso desafio será integrar todas as tecnologias disponíveis para continuarmos a ser protagonistas da produção e agropecuária e confirmar a vocação do Paraná de ser o maior produtor de alimentos do mundo”, destacou. A ideia, segundo Ratinho Júnior, é transformar o imóvel de 27 mil metros quadrados em Pinhais, na região metropolitana de Curitiba, em um colégio agrícola estadual que transfira o conhecimento e forme jovens profissionais dentro do conceito que possibilita a interferência e a conexão do mundo digital à produção agropecuária, otimizando a gestão no campo, nas cooperativas e nas agroindústrias. O encontro reuniu cerca de 200 presidentes de Sindicatos Rurais e lideranças do campo que puderam escutar as principais propostas de Ratinho Júnior para o agronegócio paranaense. O candidato do PSD destacou a importância do setor para o Paraná e para o Brasil. Ratinho Júnior pretende desburocratizar os processos para que os produtores tenham mais agilidade e melhores condições para focar no processo produtivo. “A principal função do governador é melhorar o relacionamento com os agentes de interesse, inclusive do agronegócio.Ratinho Júnior também se comprometeu a ter uma política de relacionamento com o Governo Federal e com o Congresso que reconheça e valorize a força e a importância do Paraná. “Quero criar uma agenda de encontro com o ministro da Agricultura a cada dois meses para discutir e sugerir as mudanças ou a implantação de políticas públicas que atendam às demandas do setor produtivo”, afirmou.Outro ponto destacado por Ratinho Júnior foi a implantação de políticas de segurança.
“Vamos trabalhar com inteligência. Integras todas as estruturas, Guardas Municipais, Bombeiros, Polícias Militar, Civil, Federal e Exército e oferecer tecnologia e infraestrutura de apoio para que o setor produtivo e a sociedade em geral consiga gerar emprego e renda sem a ameaça permanente da falta de segurança”.

Nenhum comentário: