PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

segunda-feira, 9 de julho de 2018

BORRAZÓPOLIS - Resumo da Sessão da Câmara de Vereadores


A Câmara Municipal de Vereadores de Borrazópolis realizou a sessão ordinária na última segunda-feira, 02 de julho, a partir das 20h, sob a presidência do vereador Marcelo Pires. Confira o resumo. ATA DE N° 019/2018- DA SESSÃO ORDINÁRIA DA CÂMARA MUNICIPAL DE BORRAZÓPOLIS. Aos dois dias do mês de julho do ano de dois mil e dezoito, às vinte horas, reuniu-se os vereadores, na Câmara Municipal, em Sessão Ordinária, os quais assinaram livro de presença: Wellyngton Jhonis Valentim, Otair Aparecido da Silva Senes, João Cândido Ferreira, Cesar da Silva Soares, Rosimar Gonçalves de Cerqueira, Selma Maria de Oliveira Silva, Marcelo Pires Rodrigues, Osvaldino Mendes da Silva e Arnildo Basílio Vieira. No horário regimental, o Senhor Presidente verificando número legal, deu por aberta a Sessão. Inicialmente cumprimentou a todos, e colocou a ata da sessão do dia 18/06/2018 em discussão, sem manifestação foi posta em votação, sendo votada e aprovada por unanimidade. Na sequência foi feita a leitura das correspondências recebidas. Após a leitura das correspondências, o Senhor Presidente solicitou a leitura da indicação nº 18/2018 de autoria do vereador João Cândido Ferreira, o qual indicava que o Senhor Prefeito terminasse a manutenção, da Estrada Rural do Bairro Araújo Km 3, pois, restava um trecho de aproximadamente 600 metros para que fosse finalizada a manutenção. Foi feita a leitura da indicação nº 019/2018, de autoria da vereadora Selma Maria de Oliveira Silva, a qual indicava que fosse feita a reforma da quadra poliesportiva da Escola Municipal Dom Bosco, com urgência. Após leitura das indicações, o Senhor Presidente iria encaminhar as indicação ao Executivo para que fossem tomadas as devidas providências. Passando para ordem do dia, foi feita a leitura do Projeto de Lei nº 16/2018, o qual dispõe sobre as Diretrizes para a elaboração da Lei Orçamentária para o Exercício de 2019 e dá outras providências. Após a leitura, o projeto foi posto em discussão. Sem manifestação foi posto em votação, sendo votado e aprovado por unanimidade, em segunda e última discussão. O Senhor Presidente encaminhou para as Comissões Competentes, para que manifestassem pareceres dentro do prazo legal, os Projetos de Leis nº 021/2018, 022/2018 e 023/2018 todos de autoria do Executivo Municipal. O Senhor Presidente solicitou a leitura do Veto ao Projeto de Lei nº 001/2018 de autoria do vereador Otair Aparecido da Silva Senes. Após a leitura o Senhor Presidente encaminhou o veto, a Comissão de Justiça e Redação Final, para que manifestassem pareceres dentro do prazo legal. Passando para as explicações pessoais. Fez uso da palavra a vereadora Selma Maria de Oliveira Silva, primeiramente cumprimentou a todos e discorreu sobre a indicação de sua autoria, justificando a necessidade da reforma da quadra da Escola Dom Bosco. Fez uso da palavra o vereador João Cândido Ferreira, primeiramente cumprimentou a todos e discorreu sobre a indicação de sua autoria, dizendo que era uma promessa de campanha e o Prefeito tinha que ser cumprida, pois, os moradores estavam reivindicando tais melhorias na estrada. Fez uso da palavra o vereador Wellyngton Jhonis Valentim, primeiramente cumprimentou a todos, em especial o Senhor Fabio do Couto Rosa, que no final da Sessão iria conversar com os vereadores. Disse que como vereador recebia muitas reivindicações da população, disse que havia recebido uma mensagem de uma munícipe reivindicando o seguinte, que o vereador conseguissem uma informação sobre a saúde, pois, a população não conseguia saber quais médicos que estavam atendendo no município, sobre atendimento somente nos postos de saúde, e sobre agendamento com determinados medico. O Vereador solicitou que o Presidente encaminhasse um oficio ao responsável pela saúde, para esclarecer tais acontecimentos. Disse que gostaria de parabenizar, e agradecer pela reunião que havia sido realizada no Bairro Placa São Vicente, pois, havia sido uma reunião de grande aproveito. Parabenizou a vereadora Selma Maria de Oliveira Silva e o vereador João Cândido Ferreira pelas proposições apresentada na sessão. Lamentou sobre o ônibus dos universitários. Disse que e os vereadores encaminhavam as reivindicações da população ao Executivo, mas infelizmente a maioria não estava sendo atendidas. Fez uso da palavra o vereador Otair Aparecido da Silva Senes, primeiramente cumprimentou a todos e parabenizou a equipe do Sicred, pela parceria com as creches da cidade. Solicitou do Senhor Presidente que fosse colocado na usina de reciclável do Munícipio nome do Senhor Marcos Izzo Minatel, falecido a sete meses, disse que ele havia iniciados os projetos para que a usina estivesse funcionando, e era muito justo que fosse homenageado com seu nome. Disse que era conhecedor da Lei, e sabia que ainda não havia dado o prazo para isso, mas gostaria que deixasse reservado para colocar o nome dele. Disse que a reunião itinerante havia sido muito importante para aquela comunidade. Fez uso da palavra o vereador Rosimar Gonçalves de Cerqueira, primeiramente cumprimentou a todos e parabenizou o Presidente da Câmara e o vereador Otair Aparecido da Silva Senes, pelas reuniões itinerantes, e discorreu sobre o que havia ocorrido na reunião itinerante do Bairro Placa São Vicente. Discorreu sobre a final do campeonato de futsal, e parabenizou todos os organizadores. Disse que as reclamações da Saúde continuavam sendo constantes. Apoiou verbalmente a Indicação apresentada pela vereadora Selma Maria de Oliveira Silva. Fez uso da palavra o vereador Osvaldino Mendes da Silva, primeiramente cumprimentou a todos e disse que as estradas rurais eram um problema sério, pois, eram constantes as reclamações, e os vereadores solicitavam ao Prefeito, mas infelizmente não estavam sendo correspondidos, disse que sentia muito pela população da área rural, pois, já havia morado na zona Rural e sabia das dificuldades de cada um. Disse que a Quadra desportiva da Escola Municipal Dom Bosco, era necessária a reforma com urgência. Discorreu sobre a reunião itinerante que havia ocorrido no Bairro Placa São Vicente. Disse que o novo Secretario da saúde havia pegado uma missão muito difícil, pois, na saúde se não tivesse dinheiro, nenhum secretário iria conseguir administrar. Fez uso da palavra o vereador Cesar da Silva Soares, primeiramente cumprimentou a todos e solicitou do Senhor Presidente que enviasse um oficio ao Sargento Gilmar, para que ele vinhesse na Câmara de vereadores, para tratar sobre as sinalizações das ruas, em especial do local onde , havia ocorrido o acidente do Senhor Tonhão da oficina. Disse que Secretário de Esportes não sabia organizar campeonatos, pios, o mesmo organizava jogava e apitava, disse que o Secretário de Esportes tinham que pagar para apitar os jogos, e quando ocorresse de ter parente do cara que estava apitando o jogo, teria que suspender esse árbitro, disse que havia sido vitima , pois, havia jogado contra o Secretário do Esporte, sendo que o mesmo não poderia estar jogando e com o irmão do juiz que estava apitando, pois, teve muita irregularidade nesse campeonato por parte do Secretário de Esportes, disse que além do Secretário de Esportes também o Adermir Lucchetti irmão do Prefeito, que irregularmente fazia parte da Comissão de esporte do Município de Borrazópolis. Disse que documentalmente não conseguia provar isso, mais eram visíveis as irregularidades no esporte de Borrazópolis. Disse que o Secretário de Esporte era um péssimo treinador, pois, tinham dias que tinha treino, mas a maioria dos dias não tinha, disse que se o Secretário do Esporte não tinham capacidade de treinar os meninos, então que arrumasse um treinado que fizesse jus o que ganhava, pois, ele nem comunica os meninos quando não tinha jogo e isso era inadmissível, e perigoso às crianças ficarem no ginásio de esportes, sem professor. Disse que havia recebido um pedido dos donos das lanchonetes e restaurantes, para que o lixeiro passasse nos dias de segunda, quarta e sexta. Fez uso da palavra o vereador Arnildo Basílio Vieira, primeiramente cumprimentou a todos e discorreu sobre a ACMARB , dizendo que os vereadores teria que montar uma comissão para investigação, pois, estava ocorrendo algumas coisas que necessitava de investigação. Parabenizou as proposições apresentadas na sessão. Disse que o Prefeito havia dito que se os vereadores aprovassem o Projeto para venda dos eucaliptos, para que fosse investido no centro de zoonoses, ele iria fazer o centro de Zoonoses, pois, os vereadores aprovaram e até o presente momento não foi feito nada. Disse que as reivindicações da Zona Rural eram melhorias nas estradas e nem isso o Prefeito estava conseguindo cumprir, disse que os moradores da Zona Rural iria que ter que contratar pazinha particular, para fazer suas estradas. Disse que o Prefeito tinha que tomar as devidas providências e trabalhar com mais seriedade, e os vereadores também tinham que fiscalizar mais o Prefeito. O Senhor Presidente fez suas considerações finais, agradeceu de todos e encerrou a sessão.

Nenhum comentário: