PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

quarta-feira, 13 de junho de 2018

Prefeito Hideik se defende de acusações em São João do Ivaí

Ministério Público diz que prefeito vendeu, irregularmente, lotes do município que seriam destinados para a construção de áreas verdes e institucionais; Prefeito divulgou nota de defesa sobre a situação
A Justiça determinou o bloqueio de bens do prefeito de São João do Ivaí, no norte do Paraná, Fábio Hidek Miura (PSDB), e mais sete pessoas em uma investigação que apura supostas irregularidades na destinação de lotes do município. Os oito são acusados de prática de atos de improbidade administrativa. A decisão foi divulgada pelo Ministério Público do Paraná (MP-PR) nesta terça-feira (12). Os valores bloqueados podem variar, conforme o réu, de R$18.645,93 a R$ 242.397,24. Segundo o MP-PR, o prefeito tornou imóveis transferidos por empresas loteadoras para a construção de áreas verdes e institucionais em bens públicos disponíveis, desmembrou esses lotes e os alienou para particulares. Além dessa irregularidade, a promotoria também apurou que os lotes foram comprados por valores abaixo do preço de mercado, se constatou ilegalidades na realização da licitação e pessoas que têm parentesco com o prefeito e com o pregoeiro compraram alguns terrenos. RESPOSTA - O prefeito Fabio Hidek, em nota, se manifestou informando que irá tomar ciência do fato assim que seja intimado. Mas que esclarece de antemão que houve autorização legislativa, se trata de uma venda de terreno e que com o valor da venda adquiriu outro terreno com o fim de beneficiar o interesse público, e que não praticou qualquer ato de improbidade administrativa e provará sua inocência.

Nenhum comentário: