PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

domingo, 11 de março de 2018

Afundado em dívidas, Hospital Evangélico vai a leilão no dia 4 de maio

HOSPITAL EM CURITIBA
Sob intervenção da Justiça do Trabalho, hospital tem dívidas que giram na casa dos R$ 320 milhões; edital com as informações detalhadas do leilão será lançado até o dia 4 de abril
Matéria divulgada pelo portal do Jornal Gazeta do Povo, destaca que após três anos sob intervenção da Justiça do Trabalho, o Hospital Universitário Evangélico de Curitiba e a Faculdade Evangélica do Paraná vão a leilão no dia 4 de maio. A decisão da penhora, tomada pelo juiz Eduardo Milléo Baracat, da 9ª Vara do Trabalho de Curitiba, aconteceu no fim do ano passado. Em janeiro deste ano, o magistrado determinou a avaliação de todos os bens materiais e imateriais do complexo. O processo já está em estágio final. O leiloeiro público Helcio Kronberg é o responsável por determinar o valor mínimo do leilão. As estimativas são mantidas sob sigilo para preservar a paridade dos interessados. O juiz da 9ª Vara do Trabalho deve lançar o edital com todas as regras e detalhes até o dia 4 de abril. De acordo com Ladislau Zavadil Neto, administrador judicial da Sociedade Evangélica Beneficente (SEB), responsável pelo Hospital Evangélico, e o Ministério Público do Paraná (MP-PR), que acompanha o processo, a ideia é estabelecer uma transição gradual e natural em relação ao atendimento ao público em caso de sucesso no arremate. O leilão engloba ainda um plano de saúde, do qual a SEB tem 99% de participação.O interventor, que assumiu o cargo em outubro do ano passado, lembra que o atendimento prioritário do hospital é com o público geral. “Nossa luta é pela continuidade do atendimento ao público. Somos muito fortes no SUS (Sistema Único de Saúde). Recebemos centenas de ônibus de várias regiões do estado e da Região Metropolitana. Esse tratamento continuado deve constar do edital”, afirma Zavadil.Segundo o MP-PR, os promotores que acompanham o caso ainda vão apresentar à Justiça do Trabalho algumas condições para garantir a continuidade dos serviços de saúde.O Hospital Evangélico atende de 25 a 30 mil pacientes por mês, em média de 1.100 por dia. De acordo com a mantenedora, 95% do atendimento é focado no SUS. O hospital é referência em processos de alta complexidade (tratamento de queimados, cirurgias bariátricas e plásticas, transplantes de órgãos) e atendimento emergencial. Vejam mais detalhes da matéria, CLIQUE AQUI.

Nenhum comentário: