PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9626-2009

terça-feira, 6 de fevereiro de 2018

IVAIPORÃ - Prefeito recebe vice-governadora, ministro da Saúde e deputado federal

O prefeito de Ivaiporã, Miguel Amaral, recebeu a vice-governadora Cida Borghetti e o ministro da Saúde, Ricardo Barros, que anunciou reforço na ordem de R$500 para ampliar e qualificar os serviços de média e alta complexidade oferecidos à população por meio do Sistema Único de Saúde (SUS). O valor foi destinado ao Instituto de Saúde Bom Jesus (ISBJ) e encontra-se disponível no Fundo Municipal de Saúde de Ivaiporã – pago em parcela única. Os membros dos Governos Federal e Estadual estavam acompanhados do deputado federal Sérgio Souza. O anúncio aconteceu no sábado, dia 3 de fevereiro, no salão nobre da Prefeitura, onde Cida Borghetti e Ricardo Barros foram recepcionados também pelos prefeitos dos municípios que compõem o Consórcio Intermunicipal de Saúde (CIS) da 22ª Regional de Saúde de Ivaiporã, que é presidido por Clodoaldo Fernandes dos Santos e formado por 15 municípios. Além desse valor, Ricardo Barros anunciou a liberação de R$220 mil para custear os serviços ambulatoriais e hospitalares, como consultas, exames especializados e cirurgias eletivas, para os municípios do CIS. O objetivo é diminuir o tempo de espera e o tamanho da lista de pessoas que aguardam por algum procedimento eletivo, que são aqueles marcados sem caráter de urgência e emergência nos municípios do CIS. A verba será incorporada ao Teto Financeiro de Média e Alta Complexidade do Paraná, principal rubrica do Governo Federal para custeio desses procedimentos, e caberá ao CIS fazer os devidos aportes para ampliar e qualificar os atendimentos, conforme a necessidade e demanda de cada município. Na ocasião, Ricardo Barros fez um balanço dos 600 dias de gestão no Ministério da Saúde e explicou que os municípios do CIS foram contemplados com R$16,5 milhões para fortalecer a saúde. Desse total R$3,5 milhões foram para custeio de 25 serviços/leitos de média e alta complexidade que funcionavam sem contrapartida federal. Outros R$609,7 mil foral repassados, entre julho e dezembro de 2017, para fortalecer a Atenção Básica, principal porta de entrada para o SUS dos municípios que integram o CIS. Durante o período também foram liberados R$12,5 milhões referentes a 81 emendas parlamentares que tramitavam na pasta e aguardavam liberação desde 2014, contemplando os municípios do CIS. Avanços - Na gestão, o Estado do Paraná recebeu aproximadamente R$550 milhões de recursos federais para custear serviços e abertura de leitos em mais 400 municípios. Apenas em 2016, foram repassados mais de R$150 milhões entre habilitações de leitos e outros serviços ambulatoriais e hospitalares. Em 2017, foram repassados cerca de R$400 milhões para custear esses serviços. O Paraná também ganhou reforço de R$23,6 milhões na Atenção Básica, beneficiando 88 municípios. O recurso diz respeito à habilitação de 348 agentes comunitários de saúde, 99 equipes de saúde da família, 78 equipes de saúde bucal, 29 núcleos de apoio à saúde da família e 2 equipes de saúde prisional. Durante a gestão também foram habilitadas 16 UPAS 24h em 15 municípios do Estado, com custo de R$26 milhões. No início de 2017, o Ministério da Saúde anunciou a doação de 23 ambulâncias para renovação da frota do SAMU 192 em 18 municípios do Estado, totalizando R$5,07 em investimentos. Em outubro de 2017, foi anunciado que 12 veículos do Estado seriam contemplados com mais recursos federais para ampliação e qualificação (Ponta Grossa, Cascavel e Arapongas). Cida Borghetti - A vice-governadora Cida Borghetti também acompanhou a liberação de recursos federais para a área da saúde, uma vez que é responsável pelas relações do Paraná com Brasília. Além disso, comentou candidatura ao Governo e assegurou que se vive um momento positivo. “Em abril, o governador Beto Richa irá decidir se disputará uma das duas vagas ao Senado. Caso ocorra, assumirei a cadeira de governadora do Estado – a primeira mulher no Estado do Paraná a assumir o Governo, podendo disputar a cadeira”, comentou Cida Borghetti. O prefeito Miguel Amaral enalteceu os dados apresentados pelo ministro da Saúde e, em seguida, convidou Cida Borghetti e Ricardo Barros para visitar a obra do Hospital Regional, onde o Estado investe R$32 milhões na construção que terá 104 leitos – 10 de UTI, centro cirúrgico e atendimento de emergência e urgência.

Nenhum comentário: