PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

quarta-feira, 24 de janeiro de 2018

Começou no TRF-4, em Porto Alegre, o julgamento de Lula

SÃO PAULO, SP (FOLHAPRESS) - O TRF-4 (Tribunal Regional Federal da 4ª Região) decidirá nesta quarta (24) se confirma ou não em segunda instância a decisão do juiz Sergio Moro que condenou o ex-presidente Lula a nove anos e seis meses de prisão pelos crimes de corrupção e lavagem de dinheiro no caso do tríplex de Guarujá (SP). O juiz Leandro Paulsen abriu a sessão afirmando que a corte tem trabalhado para cumprir metas do CNJ (Conselho Nacional de Justiça) de resolução de casos. O relator João Pedro Gebran Neto começaria a falar, mas o advogado de Lula, Cristiano Zanin, colocou duas questões de ordem. Zanin reclamou que, pela ordem dos trabalhos apresentada, haverá ao menos uma hora de sustentação oral de teses relacionadas à acusação, incluindo as manifestações dos réus da OAS que já confessaram crimes. O advogado de Lula pediu que a defesa tenha o mesmo tempo de sustentação oral. O tribunal decidiu então que o Ministério Público falará por 20 minutos, em vez de 30, e o assistente de acusação por 10 minutos, em vez de 15. Zanin também pediu para fazer uso da palavra por último, requerimento acatado pela corte. O advogado de Paulo Okamotto, Fernando Fernandes, também contestou a dinâmica da sessão. Okamotto foi absolvido na primeira instância. Caso haja pedido de vista, o processo continuará em sessão futura. Acompanhe o julgamento ao vivo.

Nenhum comentário: