PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

terça-feira, 26 de dezembro de 2017

Mudanças no horário de bares e lanchonetes foi aprovada em audiência pública

MUDANÇA DA LEI EM BORRAZÓPOLIS
A reunião foi realizada na noite desta terça (26). O projeto será encaminhado pela prefeitura, para ser analisado e votado pelo legislativo, até entrar em vigor
O aumento no horário de bares e lanchonetes tem gerado polêmicas em Borrazópolis. Há alguns dias, vários comerciantes e pessoas da comunidade, vem reivindicando a mudança da lei, que fecha alguns pontos ás 23:00 horas de domingo á quinta-feira e ás 02:00 horas nos finais de semana e véspera de feriado. A reunião foi realizada na noite desta terça-feira 26 de dezembro de 2017, no salão da terceira idade e contou com a presença de algumas pessoas, entre eles comerciantes e vereadores como Bazuka, Dominado, César do Posto, Di e Wellyngton Jhonis. A audiência foi conduzida pelo coordenador do CRAS (Centro de Referência da Assistência Social) Marcos Piva e contou com a presença da secretaria de desenvolvimento social Regina Giardini, que representou o executivo municipal. Ao questionar a votação, a maioria foi a favor da mudança, que consiste ás 00:00 horas de domingo á quinta-feira e até ás 03:00 horas, na sexta, sábado e véspera de feriado. No momento da reunião, alguns pontos foram debatidos, como por exemplo, a responsabilidade da fiscalização desses locais e quais comércios se enquadram na lei. SOBRE A LEI – O projeto foi aprovado a alguns anos, após um grande abaixo assinado, com milhares de assinaturas, que reivindicavam a mudança na época, por diversas situações, e anexada no plano diretor municipal. PRESENÇA – Apesar da divulgação, poucas pessoas compareceram na audiência, ou seja, parte dos interessados não conseguiram acompanhar a reunião. VIGOR - Vale ressaltar que após a audiência, o projeto será encaminhado pelo executivo, para ser analisado e votado pelo legislativo, que deve ocorrer em duas sessões até ser sancionada pelo prefeito.

Nenhum comentário: