PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

terça-feira, 21 de novembro de 2017

Sanepar apresenta práticas inovadoras e de melhoria operacional em Aracaju

A Companhia de Saneamento do Paraná (Sanepar) apresentou nesta segunda-feira (20), em Aracaju (SE), seis cases de inovação em gestão e de eficiência operacional em saneamento pela Associação Brasileira de Engenharia Sanitária e Ambiental (Abes). Os trabalhos foram apresentados por técnicos da Companhia no Seminário de Benchmarking do Prêmio Nacional da Qualidade em Saneamento (PNQS), depois de serem submetidos a uma banca de avaliadores. As práticas adotadas pela Sanepar trouxeram resultados positivos nas áreas de atendimento ao público, gerenciamento de contratos de obras e projetos, na redução de perdas de água, na redução de odores nas unidades de tratamento de esgoto e na melhoria da qualidade ambiental. O trabalho cooperado entre a Sanepar em Cascavel, no Oeste do Paraná, e diversas instituições da região para desenvolver práticas de preservação e de revitalização dos recursos hídricos na região foi um dos primeiros a serem expostos na tarde desta segunda-feira na capital sergipana. A ação, que começou em 2016, foi ampliada de Cascavel para 19 municípios da região em 2017, com a participação das prefeituras e de mais 23 parceiros externos. Fazem parte do projeto o georreferenciamento dos potenciais poluidores, o monitoramento da qualidade da água dos rios, a recuperação de nascentes e a capacitação teórica e prática de empregados da Companhia e dos parceiros. Além disso, um ambicioso cronograma de educação ambiental integrado pretende levar a educação ambiental nos próximos dois anos, para 20 mil alunos de 62 escolas municipais. A proposta deste cronograma de trabalho será apresentado em seminário da Associação das Empresas de Saneamento do Brasil (AESBE), em Brasília, na próxima semana. Em Toledo, a implantação de um sistema de gestão da qualidade na área comercial, baseado nos requisitos da norma ISO 9001, tornou possível o controle mais rigoroso de reclamações e solicitações de clientes com o objetivo de aumentar sua satisfação nos serviços prestados. Pesquisas mensais e anuais demonstram que o índice de satisfação do cliente passou de 81,9%, em 2013, para 86,1% em 2016. LEIA MAIS.

Nenhum comentário: