PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

terça-feira, 7 de novembro de 2017

IVAIPORÃ - Amaral se defende das acusações de Carlos Gil

BASTIDORES DA POLÍTICA
Carlos Gil criticou o atual prefeito em sua rede social, dizendo que a cidade volta a ser destaque negativo; Miguel Amaral se defende e diz que o tempo irá mostrar todas coisas
Miguel Amaral teve o apoio de Carlos Gil na eleição do ano passado
Em Ivaiporã, o que repercutiu nessa segunda-feira 06 de novembro de 2017, foi a discussão pela rede social do ex-prefeito Carlos Gil e do atual prefeito Miguel Amaral, que foram parceiros nas eleições municipais de 2016. Nos bastidores, comenta-se que Carlos Gil, não teria concordado com algumas ações do atual prefeito, e teria dias atrás, comentado em sua emissora local, algumas situações que não agradaram Miguel Amaral, entre elas a quantidade de cargos, comissionados e até a criação da nova associação de municípios, ou seja, o ex-gestor não teria gostado da posição de Amaral. Comenta-se que nessa segunda-feira (06) o atual prefeito, reuniu os vereadores em seu gabinete para debater diversas questões e o assunto, dessa discussão entre os dois, chegou a ser debatido na presença dos parlamentares. Ainda na segunda (6), no inicio da noite, “Gil” em sua página pessoal do facebook, publicou o link da matéria, onde o Tribunal de Contas, alerta os municípios sobre a despesa por gastos com pessoal, e destacou a seguinte mensagem: "Depois de 4 anos sem aparecer na lista de alerta do Tribunal de Contas do Paraná, a Prefeitura de Ivaiporã volta a ser cobrada por excesso de gastos com o funcionalismo. Como chegou a esta situação em tão poucos meses, eu explico: aumento de quase 100% dos Cargos de Livre nomeação do Prefeito (Cargos de Confiança), excesso de gratificações, TIDE, aumento de cargos concursados sem o devido aumento de serviços oferecidos à população. O que isto significa: menos recursos para a Saúde, Educação, Assistência Social, Esportes, Estradas, Infraestrutura, Meio Ambiente, etc. Tenho alertado mas o atual Prefeito prefere não ouvir " disse o ex-prefeito. "Não tenho compromisso com quem quer ir pelo lado errado, ou com coisas erradas e não é por que apoiei, escolhi que vou ficar calado e ver a cidade que tanto amo, ir por um caminho que conhecemos e não queremos mais" finalizou Carlos Gil. Por sua vez, Miguel Amaral, respondeu as criticas do ex-prefeito, e publicou nos comentários: "Estamos dentro do limite do Tribunal de Contas. Ou seja, estamos bem abaixo dos 54% por cento estabelecido pelo Tribunal. O alerta é necessário para que os municípios não passem. Ou seja, Ivaiporã está segura e bem direcionada. O tempo vai mostrar. O que nos resta é respeitar todas as opiniões e trabalhar para garantir um futuro promissor para nosso município. Estamos preparando mais de 20 milhões de obra para entrar em construção. Sem contar o Hospital Regional, que são 33 milhões de reais, e iniciou hoje (06) a construção. O tempo mostra todas as coisas!" finalizou Amaral, que também ganhou apoio dos moradores entre os comentários. “Pelo bem de nossa amada Ivaiporã, torcemos por você Miguel Amaral e toda sua equipe que de continuidade as ações de Ivaiporã, e que vocês se entendam o mais rápido possível com isso Ivaiporã estará em boas mãos” disse um morador. Na política, tudo pode acontecer, vamos aguardar o desenrolar dessa situação.

VEJAM A MATÉRIA PUBLICADA NA TRIBUNA DO NORTE
O prefeito Miguel Roberto do Amaral (PSDB) destaca os investimentos previstos do setor público de cerca de R$ 104 milhões e no privado na ordem de R$ 140 milhões
Ivan Maldonado (Tribuna do Norte) - No mês em que Ivaiporã completa 56 anos de emancipação política e administrativa, o prefeito Miguel Roberto do Amaral (PSDB) destaca os investimentos previstos do setor público de cerca de R$ 104 milhões e no privado com a construção de um abatedouro de aves e fábrica de ração na ordem R$ 140 milhões que serão executados no município nos próximos dois anos. São investimentos que, conforme assinala, apesar da crise nacional garantem maior qualidade de vida para os moradores e ampliam a geração de emprego e renda. Para Miguel Amaral, neste mês de aniversário Ivaiporã tem muito a comemorar com este rol de investimentos, que vai gerar emprego e renda. “Ivaiporã está respirando progresso. Apesar da crise econômica do Brasil, começa a se criar um novo clima na cidade. Inclusive, temos que grandes corporações como Magazine Luiza, Farmácias Nissei e For Boy For Girls se instalando em Ivaiporã. Ainda nesta sexta-feira, atendi duas empresas, sendo uma de reciclagem, a Overview, que tem sede em Curitiba, e uma fábrica de silos que também estão se instalando no nosso parque industrial”, assinala Amaral. Segundo o prefeito, dos investimentos públicos cerca de R$ 33 milhões serão para a construção do Hospital Regional e mais de R$ 46,1 milhões investidos pela Sanepar em saneamento básico. O município tem ainda garantidos mais R$ 6 milhões para a construção do parque de exposições, e mais R$ 8 milhões para as obras da 2ª etapa do campus da UEM, além de mais R$ 3.9 milhões para revitalização de praças temáticas. Outros R$ 6,3 milhões já garantidos pelo Governo do Estado serão investidos na pavimentação da estrada rural Ouro Verde. Ainda no setor de pavimentação, a Prefeitura vai investir R$ 2,7 milhões no Jardim Alto da Glória e Av. Maranhão. Na conclusão da pavimentação da estrada rural de Santa Barbara serão investidos R$ 500 mil, e mais 1,5 milhão em pedras irregulares nos bairros e mais R$ 1 milhão para recuperação de asfalto. No setor de Educação, entre reformas e novas UBS, serão investidos R$ 1,5 milhão, e na iluminação pública mais R$ 1 milhão. Festa da cidade será terceirizadaMiguel Amaral comenta ainda sobre as festividades do aniversário de Ivaiporã, que é comemorado no dia 19 de novembro. “A Prefeitura não irá fazer festa devido à contenção de despesas. Mas recebemos propostas de algumas empresas para a terceirização de uma grande festa no estádio municipal. O nosso compromisso será o show da dupla Guilherme e Santiago, que estamos conseguindo patrocinadores. As demais atrações como o parque de alimentação, parque de diversões e toda a estrutura ficam por conta da empresa vencedora da licitação”, completa. (I.M).

Nenhum comentário: