PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

quinta-feira, 23 de novembro de 2017

Governo abre chamada pública para construção de 500 casas populares via programa Família Paranaense

A Secretaria da Família e Desenvolvimento Social abriu segunda chamada pública para a construção de 500 casas populares para pessoas em situação de vulnerabilidade social atendidas pelo programa Família Paranaense. Os municípios que fazem parte do programa têm até 22 de dezembro para protocolar a documentação. As cidades do Vale do Ivaí incluídas no programa, são: Ariranha do Ivaí, Borrazópolis, Bom Sucesso, Califórnia, Cambira, Cândido de Abreu, Cruzmaltina, Corumbataí do Sul, Faxinal, Grandes Rios, Godoy Moreira, Ivaiporã, Jardim Alegre, Jandaia do Sul, Kaloré, Lunardelli, Lidianópolis, Manoel Ribas, Mauá da Serra, Marumbi, Marilândia do Sul, Novo Itacolomi, Nova Tebas, Ortigueira, Rio Branco do Ivaí, Rio Bom, Rosário do Ivaí, São João do Ivaí e São Pedro do Ivaí. Esta iniciativa do Programa Integrado de Inclusão Social e Requalificação Urbana é desenvolvida pela Secretaria da Família e Cohapar, dentro do programa Família Paranaense. O edital “Chamada Pública 005/2017”, que prevê investimento de R$ 30 milhões, pode ser acessado AQUI (www.desenvolvimentosocial.pr.gov.br/pfp-moradias). A prefeitura pode solicitar o mínimo de 10 e máximo de 50 unidades habitacionais, a serem construídas em lotes do município com matrículas individuais. As casas se destinam a famílias em vulnerabilidade social. Os documentos devem ser entregues no protocolo da Secretaria, no Palácio das Araucárias, em Curitiba. Caso os gestores necessitem de orientação ou tenham dúvidas, devem procurar os escritórios regionais da Secretaria da Família e da Cohapar que atendem seus municípios. O investimento total no programa é de R$ 323 milhões com financiamento do Banco Interamericano de Desenvolvimento (BID). Parte valor, R$ 76,6 milhões, é destinado a projetos de habitação para famílias que vivem em condições precárias. Além da habitação, o programa abrange ações nas áreas de agricultura, assistência social, desenvolvimento urbano e meio ambiente, esporte, lazer e cultura, saneamento e energia elétrica, segurança alimentar e segurança pública, entre outras áreas.

Nenhum comentário: