PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

sexta-feira, 24 de novembro de 2017

Bate grade retira celulares da cadeia pública de Ivaiporã

Foram retirados do interior da carceragem 25 celulares, dezenas de estoques e outros materiais estranhos às celas
Com o apoio do SOE (Seção de Operações Especiais), ligados ao Depen (Departamento de Execuções Penitenciárias), a Polícia Civil de Ivaiporã realizou mais uma operação bate grade na cadeia pública do município. A ação foi realizada na manhã da quinta-feira, dia 23 de novembro, e teve um resultado bastante expressivo. Foram retirados do interior da carceragem 25 celulares, dezenas de estoques e outros materiais estranhos às celas. Ainda durante a vistoria, ainda foram encontrados dois buracos que estavam sendo perfurados no solário. Como ainda estavam no início, houve tempo hábil para que eles fossem tapados. “Há algum tempo que não realizávamos uma operação bate grade, que antigamente era feita com maior frequência, no entanto, apesar de todo o material apreendido, tudo correu dentro da normalidade”, disse o delegado Gustavo Dante. Ele explica que os celulares e os estoques acabam entrando na cadeia, sendo lançados da rua, através do solário. “Não é segredo para ninguém que a cadeia fica ao lado de uma via pública e de lá esses materiais são arremessados por sobre o solário”, esclarece o delegado. Ele salienta ainda que a retirada dos estoques é importante para evitar o cometimento de crimes dentro da carceragem. “Tivemos informação que os presos estavam tentando cavar um buraco e resolvemos antecipar, por isso, solicitamos ao SOE que fizesse esse bate grade”, disse o delegado de Ivaiporã. Atualmente, a cadeia pública de Ivaiporã conta com 149 detentos, em um espaço que foi projetado para acomodar 40 pessoas. “Vamos intensificar as operações bate grade até o final do ano, pois sabemos que, nesse período, existe um aumento nas tentativas de fuga e também vamos continuar monitorando a situação dentro da carceragem”, comentou o delegado. As informações são do Jornal Paraná Centro.

Nenhum comentário: