PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

segunda-feira, 16 de outubro de 2017

Takahashi dá voz de prisão a Boca Aberta durante entrevista em Londrina

As polêmicas não acabaram com a cassação de Emerson Petriv (PR), o Boca Aberta. Um dia depois de perder o mandato e os direitos políticos, ele interrompeu uma entrevista ao vivo que o presidente da Câmara Municipal de Londrina, Mario Takahashi (PV), concedia a uma emissora de televisão no início da tarde desta segunda-feira (16). Após ofensas e suposta ameaça, Takahashi chegou a dar voz de prisão contra Boca Aberta e a acionar a segurança do Legislativo. Por estar do lado de fora do prédio, os seguranças não puderam contê-lo. O presidente da Câmara e os vereadores Jamil Janene (PP) e Rony Alves (PTB), que também se sentiram ameaçados, estiveram no 4º Distrito Policial para registrar boletim de ocorrência contra Boca Aberta. "Estava concedendo uma entrevista quando fui interrompido, ele começou com algumas ofensas, mas fez um sinal de arma que soou como ameaça", disse Takahashi. Além do boletim de ocorrência na Polícia Civil, o presidente da Câmara não descartou entrar com medida protetiva na Justiça e impedir que o vereador cassado participe das sessões plenárias ou chegue perto de alguns vereadores. Boca Aberta disse que não tem medo dos vereadores e ainda voltou a atacar os adversários políticos. "Os bandidos orquestrados pelo prefeito Marcelo Belinati [PP] retiraram o mandato do povo. Cada elemento dessa quadrilha tem uma função para me cassar", rebateu. Segundo ele, isso tudo aconteceu porque ele foi impedido de entrar na Câmara. "Assim que eu encontrar todos eles na rua [Belinati, Janene, Rony e Takahashi] eu vou tirar satisfação e se tiver que ir para porrada ou outros meios eu vou", ameaçou. Informações do portal Bonde e vídeo: Fernando Yogi.

Nenhum comentário: