PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

domingo, 8 de outubro de 2017

Prefeito proíbe celular e redes sociais nas repartições de Arapongas

Prefeito de Arapongas afirma que medida foi tomada após reclamações da população
O prefeito de Arapongas, Sérgio Onofre da Silva (PSC), assinou um comunicado interno proibindo o uso de celulares, redes sociais e aplicativos de relacionamentos no ambiente interno da Prefeitura durante o horário de expediente. O comunicado vale para todas as secretarias, departamentos e demais instituições públicas municipais. O servidor que descumprir a determinação poderá ser advertido pela chefia do setor onde está lotado. Segundo Sérgio Onofre, a administração municipal, através da Ouvidoria, tem recebido muitas reclamações da população quanto a servidores que estariam abusando dessas ferramentas durante o horário de trabalho, o que estaria prejudicando o atendimento à comunidade. O prefeito observa que muitas vezes determinado funcionário fica muito tempo ocupado com troca de mensagens pelo whatsApp e outros aplicativos das redes sociais, esquecendo-se de atender ao público. “Este tipo de coisa não pode acontecer no ambiente interno da Prefeitura de Arapongas. Temos que zelar pelo bom atendimento à população, aliás, por um atendimento de excelência àqueles que pagam seus impostos e sustentam os serviços públicos”, assinala. Conforme o prefeito, empresas privadas já proíbem o uso de celulares, redes sociais e aplicativos de relacionamentos durante o horário de trabalho. “Desta forma, podemos adotar a mesma medida dentro da Prefeitura, que é uma empresa pública a serviço da população”, destaca. “Temos que dar prioridade ao bom atendimento à população em todos os setores da administração municipal”, completa. Empresas privadas que adotam este tipo de restrição justificam que o uso de celulares durante o horário de expediente não apenas prejudica o atendimento ao cliente, como também reduz a produtividade do colaborador e pode causar acidentes de trabalho por desatenção àquilo que está fazendo. Informações do Jornal Tribuna do Norte.

Nenhum comentário: