PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

segunda-feira, 30 de outubro de 2017

Prefeito corta 40% do seu salário e 30% dos secretários e investe em saúde

Segundo o prefeito "Eno" de 28 anos, a medida visa, além de manter o equilíbrio das contas públicas, atender as áreas consideradas prioritárias para o governo, como saúde e educação
De janeiro a agosto de 2017, a administração municipal de Pirapetinga investiu “a mais” cerca de R$ 1.760.000,00 (Um milhão, setecentos e sessenta mil reais) nas áreas de saúde e educação, muito acima do percentual previsto em lei. Foram aplicados 31,41% das receitas líquidas em educação, quando a obrigação é de 25%, e na saúde foram 33,77 %, sendo a obrigação 15%, ou seja, só na área de saúde o município investiu mais que o dobro do que é exigido por lei, mas mesmo assim, diante do atual cenário econômico nacional, que se reflete na arrecadação de impostos repassados ao município, o prefeito Enoghalliton de Abreu Arruda assinou no último dia 27 de setembro um decreto reduzindo, entre outros, o seu próprio salário em 40%. A medida visa, além de manter o equilíbrio das contas públicas, atender as áreas consideradas prioritárias para o governo, como saúde e educação. Para isso foram reduzidos também os salários do vice-prefeito e da equipe de secretários em 30% e dos demais servidores comissionados da Prefeitura Municipal em outros percentuais (15 % para diretores, coordenadores e assessores jurídicos, 10% para dirigentes e assessores especiais e 5% para dirigentes de divisão). Por todo o país há uma onda de demissões no setor público por conta da crise econômica atual, afetando também o comércio local e gerando ainda mais desemprego. A medida adotada pela Prefeitura de Pirapetinga entra em vigor já no pagamento referente ao mês de outubro e tem a vantagem de não gerar desemprego e ainda possibilitar a redução da folha de pagamentos com impacto mínimo para os trabalhadores, pois não afeta os servidores efetivos e contratados, apenas agentes políticos e comissionados. Fonte: O DIARIO DO NOROESTE.

Nenhum comentário: