PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Se pedir CPF na nota o governo vai saber quanto ganho?

Mitos e verdades sobre o CPF na Nota. Não seja enganado pelos boatos das redes sociais
CPF na Nota, seu Dinheiro de Volta. O Nota Paraná é um sucesso entre os consumidores paranaenses e, desde que foi lançado, muitos mitos e verdades foram ditos. Com a participação de Marta Gambini (MG), coordenadora do programa, a Banda B esclarece todos os pontos que costumam ‘viralizar’ nas redes sociais afora. Só pode se cadastrar no programa quem mora no estado do Paraná MG: Mito. Todas as pessoas que possuem CPF no território nacional podem se cadastrar, inclusive porque algumas compras são feitas pela internet. Já temos mais de quatro mil cidades cadastradas no programa, de pessoas que compraram de empresas paranaenses.
Ao informar meu CPF em estabelecimentos comerciais eu posso ser vítima de fraudes MG: Mito. De maneira nenhuma uma pessoa pode ser vítima de uma fraude apenas com isso. Pode informar tranquilamente que não há como isso acontecer. Não me cadastro no programa porque não quero que o governo rastreie todos os meus gastos MG: Mito. O governo já sabe que as pessoas vão ao mercado, compram roupas, calçados e etc. De maneira nenhuma é rastreada ou usada a informação para outro objetivo que não seja de evitar a sonegação fiscal. Quando mais alto o valor da compra, mais créditos eu vou receber MG: Mito. A pessoa pode comprar um carro no valor de R$ 100 mil ou outros objetos e ter mais créditos nos outros produtos, porque depende do recolhimento do ICMS da empresa. Mercados são protegidos e, por isso, as notas rendem menos MG: Mito. O que influencia é o recolhimento do ICMS. O que acontece é que nos mercados mais pessoas compram e, com isso, o valor recolhido é rateado com mais consumidores, diferente na comparação com uma loja de roupas, por exemplo. Quanto mais notas, mais chances no sorteio MG: Verdade. O sorteio é pelo número de notas, quanto mais você pedir, mais chances têm de ganhar. O dono do comércio pode colocar o próprio CPF nas notas fiscais MG: Mito. O comerciante não pode colocar o CPF dele na conta de terceiros. Quem não quer colocar o CPF, pode doar para as entidades cadastradas no programa. Se essa pratica de colocar CPF em compra dos outros for identificada, acontece o bloqueio da empresa no programa. LEIA MAIS.

Nenhum comentário: