PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

quinta-feira, 21 de setembro de 2017

Saiba como emagrecer e evitar o 'efeito sanfona'

Talvez mais difícil do que emagrecer seja evitar o efeito sanfona e manter o peso alcançado, segundo especialistas
Um incontável número de pessoas tenta e se esforça, mas não consegue emagrecer e sofre com o "efeito sanfona". Médicos e nutricionistas afirmam que a obesidade pode ter como causa o sedentarismo, a genética e a alimentação e hábitos desregrados. As alterações hormonais e o avanço da idade também desaceleram o metabolismo e reduzem a capacidade de o corpo gastar calorias. Mas talvez mais difícil do que emagrecer seja evitar o efeito sanfona e manter o peso alcançado, segundo especialistas. De acordo com médicos, quanto mais episódios de perda e ganho de peso, mais difícil é emagrecer novamente. Os motivos pelos quais é tão difícil manter o peso são apontados por algumas descobertas científicas recentes. Uma pesquisa australiana, por exemplo, mostrou que, logo após perderem peso, as pessoas apresentam alterações hormonais que aumentam o apetite, desaceleram o metabolismo e fazem com que o corpo elimine menos gordura. Mas a principal descoberta do estudo foi a de que tais alterações persistem pelo menos um ano após o fim da dieta, fazendo com que muitos indivíduos voltem a engordar mesmo se continuam controlando a alimentação. Há vinte anos, o grupo de médicos americanos do National Weight Control Group (NWCR) se dedica a estudar a manutenção do peso. Nessas duas décadas, os pesquisadores publicaram uma série de pesquisas científicas e acompanharam milhares de pessoas obesas que tentaram perder peso. Diante de todos os dados, eles descobriram o que a maioria pessoas que conseguem manter o peso após emagrecer tem em comum: elas continuam controlando a alimentação, praticam atividade física, tomam café da manhã todos os dias, se pesam com frequência e assistem poucas horas de televisão. LEIA MAIS.

Nenhum comentário: