PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

sábado, 9 de setembro de 2017

Policiais Militares salvam a vida de criança de 1 ano e 2 meses em Apucarana

Imagem Ilustrativa
RTV CANAL 38 - O tio e a mãe do bebê, buscaram ajuda dos Policiais Militares que reanimaram a criança. Depois do susto, ele foi encaminhado pela equipe do Siate dos Bombeiros ao Hospital Materno Infantil de Apucarana. Após se engasgar, um bebê, de 1 ano e 2 meses de vida, foi salvo por Policiais Militares na noite desta sexta-feira (8), por volta das 20h30, na Rua Zacarias de Goes e Vasconcelos localizada no Núcleo Habitacional Parigot de Souza, em Apucarana (PR). Os procedimentos feitos por ele, antes que o bebê Miguel recebesse o atendimento médico, evitando uma tragédia. Segundo a Polícia Militar, a equipe Charlie da Estação 6, estava terminando ronda em frente a cadeia pública de Apucarana, quando, um veículo parou e o condutor em visível estado de desespero desembarcou dizendo para salvar seu sobrinho, Miguel de 1 ano e 02 meses de idade, dizendo que o mesmo estava morrendo, a criança estava roxa e com parada respiratória e desacordada, fato este que levou a equipe julgar que se tratava de engasgamento, quando a mãe, Cristiane Aparecida Mendes relatou que o mesmo estava mamando durante o ocorrido. O Soldado Rogerio iniciou a “manobra de heimlich” por alguns segundos até a criança voltar a respirar, enquanto o Soldado Gabriel ligava para o Corpo de Bombeiros dando ciência dos fatos e solicitando a presença do Siate e também tranquilizando a família que estava bastante nervosa. E o médico Dr. Matheus passavam pelo local, momentos antes da chegada da ambulância do Siate e o médico fez uma avaliação dizendo que a criança já se estava bem, com a chegada da ambulância do Siate dos Bombeiros com os soldados Lima e Karina e o Bombeiro Civil Denis, que encaminharam o bebê para o Hospital da Providência Materno Infantil, onde foi atendida pela Dra. Isabela, e a criança ficou internada porém sem risco de vida. LEIA MAIS.

Nenhum comentário: