PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

sexta-feira, 1 de setembro de 2017

Emater integra ação para fortalecer assistência técnica a fruticultores no Vale do Ivaí

A Emater trabalha com o Grupo Gestor do Território Vale do Ivai para promover o curso de Qualificação profissional para o desenvolvimento da fruticultura no Território Vale do Ivaí, visando a capacitação de técnicos do Instituto, de prefeituras e da iniciativa privada para reforçar o atendimento aos produtores da região que lidam com a produção de frutas. Fazem parte deste projeto, ainda, o Instituto Federal do Paraná, Universidade Federal do Paraná e Universidade Estadual do Paraná. Instituições como  a Univale, Epagri, Iapar, Adapar, Embrapa, Senar, Sebrae e Ceasa devem prestar apoio cedendo profissionais de seus quadros para contribuir com a capacitação dos profissionais. O território Vale do Ivaí reúne 27 municípios e segundo o Departamento de Economia Rural, da Secretaria de Estado da Agricultura, na safra 2014/2015, tinha 2,4 mil hectares de terras ocupados com a fruticultura. A atividade gera anualmente uma receita bruta de R$47 milhões. As principais culturas são banana, laranja, uva, goiaba, maracujá e morango. A fruticultura é uma atividade que integra o projeto estratégico Hortinorte, que tem metas de expansão quantitativa e qualitativa do negócio no Norte do Estado. É uma atividade dinamizadora das economias locais, com boa densidade de renda e que se viabiliza em pequenas propriedades rurais. Isso justifica a iniciativa de realização do treinamento e o envolvimento de tantas instituições parceiras no projeto. O Curso terá 270 horas de duração, com atividades práticas e teóricas, e vai levar em conta a aplicabilidade dos conteúdos. Em função da diversidade da região, as atividades serão realizadas de forma itinerante, com as aulas ministradas nos municípios onde as espécies a serem estudadas servem de modelo tecnológico.  As Universidades serão responsáveis pelo modelo pedagógico e pela certificação dos profissionais treinados. O programa Pró Rural, da Secretaria de Estado da Agricultura e do Abastecimento e Banco Mundial, dará o suporte logístico para a realização do curso.

Nenhum comentário: