PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

quarta-feira, 23 de agosto de 2017

SÃO JOÃO DO IVAÍ - Ministro da Saúde visita o município e recebe demandas da administração

O ministro da Saúde, Ricardo Barros, visitou o município de São João do Ivaí na tarde dessa quarta-feira (23), se reunindo com autoridades no plenário da Câmara de Vereadores. Barros disse que está aproveitando suas férias para visitar amigos e ouvir as necessidades dos municípios da região. Além disso, ele afirmou que se lançará candidato a deputado federal. Ricardo Barros também adiantou que sua esposa e vice-governadora, Cida Borghetti, deverá concorrer ao governo do Estado. "Estou visitando os municípios que sempre obtive votos, até por questão da proximidade que tenho com a região, por ser de Maringá", destacou, completando que aproveita para colher reivindicações . "Por onde passo, estou ouvindo os prefeitos e suas necessidades para buscar ajudá-los em Brasília". O prefeito Fábio Hidek e a vice-prefeita Carla Emerenciano apresentaram 14 demandas, visando melhorar saúde do município. "Receber um ministro é sinal de prestígio, e o Ricardo sempre tem nos recebido muito bem em Brasília, encaminhando nossos pedidos", afirma o prefeito. 
"Dentre os pedidos que apresentamos, está um aparelho de raio-x e um aparelho de ultrassonografia", enfatiza Carla. O deputado estadual, Evandro Junior, acompanhou o ministro durante a visita e reforçou seu compromisso com São João do Ivaí. "O Ricardo é um ministro que tem se destacado por boas atitudes em prol da melhoria da saúde. Tenho certeza que com seu esforço em Brasília e com o nosso aqui no Estado, faremos uma saúde cada vez melhor". Presenças - A reunião contou com a presença do presidente da Câmara, Henrique da Cunha Silvério, vereadores Miro Matos, Reginaldo Cesar da Silva, Robson Bandeira; secretários municipais, chefes de departamentos, ex-prefeito e médico, Ivens Simão, ex-vice-prefeito, Natael Emerenciano, assessor do deputado federal Alex Canziani, Gaspar Reis, servidores públicos, empresários e população em geral.

Nenhum comentário: