PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

quinta-feira, 31 de agosto de 2017

Anvisa suspende lote de paracetamol

Resultado de imagem para Anvisa suspende lote de paracetamol
A Agência Nacional de Vigilância Sanitária (Anvisa) suspendeu lotes de três medicamentos após identificar problemas na qualidade e processo de fabricação, nesta quarta-feira (30). Entre os remédios que serão retirados do mercado estão lotes de Paracetamol, antibiótico Amoxil BD (amoxicilina tri-hidratada) e Sulfametoxazol + Trimetoprima produzidos pelos laboratórios Hipolabor, Brainfarma e Prati Donadduzzi & Cia, respectivamente. Segundo a Anvisa, no caso do Paracetamol, os medicamentos apresentaram problemas em uma análise. “O Laboratório Central de Saúde do Governo de Santa Catarina identificou um material sólido na solução que deveria ser totalmente líquida”, diz o comunicado. Ainda de acordo com a agência, a ação é preventiva e o caso foi classificado como de baixo risco para a população. A orientação é que quem comprou o medicamento do lote 0130/16 do laboratório Hipolabor Farmacêutica entre em contato com o fabricante para ressarcimento. Sobre o Amoxil BD, nas apresentações 200 mg/5ml e 400mg/5ml, fabricado pela Brainfarma e comercializado pela Glaxosmithkline Brasil, a agência destacou que o laboratório alterou a forma de fabricação do princípio ativo do medicamento sem comunicar a Anvisa. Em relação ao Sulfametoxazol + Trimetoprima 800 + 160 mg, a Anvisa suspendeu a venda do lote 15L20A fabricado pela Prati Donaduzzi & Cia. O medicamento não foi aprovado pelo Instituto Adolfo Lutz, de São Paulo, que encontrou problemas no ensaio de aspecto do produto. Em nota, a Hipolabor informa que o lote já foi recolhido e não está disponível nas drogarias para venda. “A empresa vai tomar as medidas necessárias para apurar se a alteração no aspecto do medicamento foi ocasionada por armazenamento em condições inadequadas”, diz.

Nenhum comentário: