PARA CONTATOS ADICIONE O EMAIL: studiowj@hotmail.com OU (43) 9 9977-1422

quarta-feira, 19 de julho de 2017

Reunião discute atividades do Gabinete de Gestão Integrada da segurança

O governador Beto Richa recebeu nesta terça-feira (18), no Palácio do Iguaçu, representantes dos diversos órgãos que integram o sistema de segurança do Estado, além de instituições públicas, para uma reunião que discutiu as atividades do GGI (Gabinete de Gestão Integrada) para a segurança pública. "Todas as sugestões são muito bem vindas para aprimorarmos os mecanismos de segurança pública do Paraná", declarou Richa. O secretário da Segurança Pública e Administração Penitenciária, Wagner Mesquita, coordenada o grupo e explica que, além das forças policiais, o gabinete é composto por representantes do sistema judiciário e conselhos de segurança. Depois da reunião preparatória, o próximo passo é atualizar o decreto de criação e instalar o Gabinete no Estado, explica. O objetivo do gabinete, de acordo com Mesquita, é avaliar ações para reduzir índices de criminalidade e usar as informações dos órgãos e entidades para tomada de decisão. Medidas de macro de segurança (que dependem de grande mobilização policial) e políticas públicas de grande impacto também podem ser discutidas pelo grupo, além de estimular a produção de indicadores criminais por pesquisas e dados estatísticos. Criado em 2011 e com reuniões de integração realizadas desde 2015, o GGI tem exemplos da atuação conjunta do Estado e demais instituições. A mais recente é a elaboração e execução do plano de segurança para o depoimento do ex-presidente Lula em Curitiba. COMPOSIÇÃO - O Gabinete de Gestão Integrada é formado pelas secretarias estaduais da Segurança Pública e Administração Penitenciária e a da Justiça, Trabalho e Direitos Humanos; a Casa Militar, Polícia Civil, Polícia Militar, Corpo de Bombeiros, Instituto Médico Legal, Instituto de Criminalística; Departamento de Trânsito; Conselhos Comunitários de Segurança; Receita Estadual; Polícia Federal; Receita Federal; Agência Brasileira de Inteligência (ABIN); Tribunal de Justiça do Paraná; Justiça Federal no Paraná; Ministério Público do Paraná; Assembleia Legislativa; Destacamento Aeronáutico e a Marinha no Paraná. AEN.

Nenhum comentário: